Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Folha em Branco

Folha em Branco

Ter | 15.01.13

Warm Bodies (Isaac Marion)

Screenshot_16.png

 Título: Warm Bodies

Autor: Isaac Marion
Goodreads 

E o prémio de livro de zombies mais idiota vai para... WARM BODIES! Parabéns ao autor por conseguir fazer a proeza de me pôr a detestar zombies.
Não consigo mastigar mais uma página que seja desta coisa, se a meio do livro a minha opinião inicial não mudou (muito pelo contrário) não vou perder tempo com o resto. Também toda a vontade de ver isto no cinema foi pelo cano abaixo. Só se me pagarem é que vejo isto num sítio que não seja um sofá...
Então vejamos: temos um zombie, que não sabe quem é ou qual o seu nome, mas consegue ter uma linha de pensamento racional e questionar-se sobre coisas como, por exemplo, o que terá causado o surgimento de zombies no mundo. Também não sabem ler e ainda consegue apaixonar-se por uma gaja que não se lembra dele, mas ele lembra-se dela.
Aparentemente os zombies percebem-se uns aos outros, vivem numa espécie de comunidade, casam, têm filhos (adoptados).
O autor tem também umas piadinhas assim giras e secas:

I grab my stomach again. "Feel empty. Feel... dead."
He nods. "Marr...iage." 

Coisa gira e normal: gosta de cérebros porque são deliciosos... e um pequeno bónus: crianças zombie.
Esta coisa no cinema até pode funcionar, porque pelo trailler parece uma comédia agora o livro em si só funciona mesmo para a lareira. Scary? Sim tenho medo de ler mais. E deeply moving? Também... tenho má uma vontade de me "move" só para bater no senhor que escreveu isto.

Sinopse: A zombie who yearns for a better life ends up falling in love—with a human—in this astonishingly original debut novel.
R is a zombie. He has no memories, no identity, and no pulse, but he has dreams. He doesn’t enjoy killing people; he enjoys riding escalators and listening to Frank Sinatra. He is a little different from his fellow Dead.
Not just another zombie novel, Warm Bodies is funny, scary, and deeply moving.