Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Folha em Branco

Folha em Branco

Ter | 24.11.15

Os últimos são os primeiros

Pantapuff
Há quem diga que é justiça divina, outros pegam nas forquilhas e sentem-se enganados. Afinal de contas de que vale votar quando o gajo que ganha afinal perde e quem perde vira Primeiro-Ministro? Apenas quem vive numa caverna acha toda esta situação estranha. Não tenho por hábito comentar política, até porque aprecio conversas inteligentes e não bitaites ao estilo do correio da manhã. No entanto acompanho de perto o que se tem passado no nosso país... tem sido uma aventura digna (...)
Dom | 04.10.15

Olhó melão...

Pantapuff
Não costumo comentar política. Gosto de ter conversas com alguma inteligência e não peixeirada sem sentido como se estivesse numa taberna. Por isso é raro comentar nas redes sociais estes assuntos. No entanto não deixo de me questionar em que buraco vivem os que estão chocados os os resultados... Não seguem as notícias? (leia-se circo)Tenho também de partilhar este meme que vi a boiar no facebook: 
Seg | 29.09.14

Sobre as primárias

Pantapuff
Foram ontem as eleições do PS. Os simpatizantes mobilizaram-se, foram votar e escolheram António Costa.É público que não comento política. Durante todo este tempo de campanha o único post que fiz sobre o assunto foi, no facebook, a dizer algo do género "um dia vou comentar política mas não é hoje".Ora eu tão sossegadinha que tenho estado no meu cantinho consegui (durante o dia de ontem) ter de mandar umas cinco pessoas chatear outra com perguntas sobre o tema. Se estou (...)
Qui | 05.07.12

Let's talk Constituição tuga

Pantapuff
«O Tribunal Constitucional declarou esta quinta-feira a inconstitucionalidade da suspensão do pagamento dos subsídios de férias ou de Natal a funcionários públicos ou aposentados, mas determinou que os efeitos desta decisão não tenham efeitos para este ano.» (CM
Sab | 12.03.11

Geração À Rasca

Pantapuff
É hoje a manifestãção a nível nacional da Geração À Rasca. E o que é exactamente a Geração À Rasca? Ora são os milhares que estão ou desempregados ou com trabalhos precários, contractos e recibos verdes ao mesmo tempo, estão a descontar metade do seu ordenado para o Estado Titanic e ainda vivem em casa dos pais aos 30 anos, são os jovens que estudam metade da sua vida para terem emprego como caixa de supermercado, são mestrandos e doutorandos que têm de trabalhar porque (...)