Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O país precisa de trabalhar

por Pantapuff, em 27.06.13

Não podia concordar mais. O país precisa de trabalhar, de ter os seus próprios rendimentos, habitação e promover o consumo e exportação. Mas caros senhores, não se esqueçam que para tal é necessário ter trabalho. É necessário deixar de cortar o poder de compra dos cidadãos e promover o emprego jovem.
Eu, caríssimos senhores, adorava ter emprego, mas vocês insistem em lixar a malta e cá estou eu. No fundo agradecemos imenso, é que isto do desemprego é sempre bom para ir para a praia nestes dias de calor. Se os senhores dos transportes não estivessem de greve seria mais giro é que assim nem dinheiro, nem emprego, nem praia.
Já agora aproveito para perguntar se no próximo mês vou ter desconto no passe. É que isto de pagar 50€ (outros ainda pagam mais) por dois meios de transporte e nem poder usá-los quando preciso é chatinho.

Mas sim... a malta precisa de trabalhar mas se não trabalha a culpa é de alguém e minha é que não é.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:51

Irei ver um Abril de cravos?

por Pantapuff, em 25.04.13

Quando uma criança nos diz que não se pode comprar um doce porque o dinheiro é preciso para a comida porque a mãe e o pai não têm trabalho...
Ou quando um jovem tem vergonha de pedir um pouco mais de comida à refeição porque ouve conversas em que se fala dos constantes aumentos dos preços da mesma...
Quando a falta de emprego bate à porta de milhares de pessoas...
Quando as pessoas têm de abandonar os estudos por não ter forma de continuar a pagar as propinas...
Quando casais se têm de separar porque um tem de sair do país...
Quando os jovens têm de sair do país para procurar trabalho...
Quando os jovens ficam em casa ad eternum por não conseguirem sustentar-se sozinhos...
Quando as pessoas passam fome por não ter dinheiro para comer...
Quando as pessoas deixam os medicamentos nas farmácias por não os conseguir pagar... 
Quando um país deprimido olha para as contas e dá o nó na corda que tem ao pescoço...
Quando um país salta para o abismo... 

Quando eu vivo num país com 3 F's que não saiem de moda por muitos anos que passem... quando eu me pergunto se irei ver um Abril de cravos... se os meus pais vão ver outro Abril de cravos... Se eu vou ficar no meu país por muito mais tempo...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:31



Alexandra Rolo | Pantapuff

Capturar.PNG


Nascida em 1989, em Lisboa e com uma infância marcada por demasiados filmes de ficção científica é formada em História Moderna e Contemporânea (ISCTE-IUL), História Religiosa (FLUL) e Gestão Cultural (ISCTE-IUL). Conhecida online enquanto Pantapuff, é blogger desde 2005 e tem colaborado em diversos projectos online, normalmente ligados às áreas da literatura (fantástica e FC) e da internet. Hoje faz do online a sua vida, trabalhando como gestora de redes sociais. Youtuber, bookworm, cosplayer, nerd, Potterhead e Whovian assumida é normalmente vista de phones, telemóvel, iPad e Kindle. O seu maior medo é ficar sem bateria ou perder o acesso à internet.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.