Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



20141020_190752[1].jpg

Mimicat apresentou hoje o seu trabalho, intitulado For You na Fnac dos Armazéns do Chiado, em Lisboa. Cantou e encantou com algumas músicas entre as quais Under my skin e a já tão conhecida Tell me why. Foi a primeira vez que ouvi, ao vivo, o seu single sem o vocalista dos The Black Mamba.

O público era pouco mas quem passava não ficava indiferente à voz de Marisa que inundou o edifício e levou muitos a parar para a ouvir. Os elogios não foram poucos e eu continuei maravilhada. Já ouvi tantas vezes o álbum no spotify que já sei as letras quase de cor. 

Quem me conhece sabe que eu raramente compro cd's. O último que comprei foi o 5 dias e meio do Miguel Araújo, e hoje não resisti a trazer comigo um pouco da Mimicat.

20141020_211319[1].jpgAssim que cheguei a casa pus no computador e está em loop desde esse momento... é um excelente trabalho e espero que continue assim pois se o fizer vai chegar muito longe. 

Obviamente antes de me vir embora tive de dizer, finalmente, um olá à moça... 

20141020_195522[1].jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:35

Nano Meet #1 e Surpresas na Fnac

por Pantapuff, em 02.11.13

Estava tudo a postos para escrever (e algumas palavras escritas), quandooooo... vemos no facebook que o lançamento do terceiro volume do Dog Mendonça e Pizzaboy ia ser lançado às 17horas na Fnac do Chiado. O que aconteceu!? Voámos para lá e felizes e contentes ainda comprámos o livro.


Como os moços argentinos estão cá tive direito a autógrafos e bonecos dos dois:

Sinto-me que nem uma criança no natal com um livro novo que já era esperado há muito e ainda consegui uma foto com os três meninos ^_^

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:26

Os cinco dias e meio de Miguel Araújo

por Pantapuff, em 17.07.12

Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii desta vez não aguentei, entrei na fnac e estava ali à minha frente... o cd do Miguel Araújo. Peguei nele e voltei a arrumá-lo lá na prateleira mas na volta peguei nele e fui direitinha à caixa.
É muito raro comprar cd's, tenho de gostar muito mas mesmo muito das músicas e este era quase inevitável. Além de que o senhor merece o dinheiro que ganha com a venda dos cd's.

 

 

Agora o senhor ali da capa podia autografar hein?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:21

Dois livros, uma história

por Pantapuff, em 13.06.12

Um belo dia fui à fnac e vi o Exército Perdido de Manfredi e depois de ler a sinopse pensei "ena parece giro". Logo ao lado estava A Odisseia dos Dez Mil e depois de ler a sinopse perguntei a mim mesma "onde é que já li isto?".Pois é... vamos lá ver bem as sinopses dos dois:1. Xenofonte não foi apenas o biógrafo de Sócrates, foi também o comandante militar da famosa Retirada dos Dez Mil. Esta é a sua história - e a história de uma mulher que, por amor, tudo abandonou...A vitória não é o único caminho para a glória. Ano 401 a.C. Trinta anos de guerra entre Esparta e Atenas levaram a Grécia ao limite das suas forças. Nesse momento de profunda crise, Ciro, irmão do imperador persa Artaxerxes, decide reunir um enorme exército de mercenários gregos, que passará à História como o "Exército dos Dez Mil". Ainda que tenha anunciado que o seu propósito era combater tribos rebeldes, o verdadeiro objetivo desta marcha de três mil quilómetros continua a ser um dos grandes enigmas da Antiguidade. Depois da morte de Ciro numa batalha, os mercenários ficaram abandonados à sua sorte num território que lhes era hostil. Pouco depois, os chefes gregos seriam aniquilados numa emboscada. Xenofonte, um culto guerreiro ateniense, toma o comando da fracassada expedição e empreende o regresso à pátria. A seu lado, sempre, uma figura de mulher: Abira, a jovem que tudo abandonou para o seguir.O Exército Perdido narra a épica aventura dos Dez Mil e, simultaneamente, a história de um amor incondicional que nunca vacilou diante das maiores adversidades.2. Em 401 a.C., um exército de mercenários sonhadores e ansiosos por glória, partiu para auxiliar um general estrangeiro chamado Ciro. Nos meses seguintes, dez mil homens — treinados e endurecidos por trinta anos de guerra na Grécia — vão envolver-se em batalhas sangrentas, testemunhar horrores indescritíveis, e iniciar uma marcha desesperada por desertos, montanhas e rios, em direcção ao próprio inferno. Alguns vão morrer, outros sobreviver, mas um entre todos vai emergir como o maior herói de sempre. Num romance recheado de aventura, Michael Curtis Ford recria uma façanha verdadeira da Grécia antiga: a marcha dos Dez Mil de Xenofonte. Uma história de guerra e paz, lealdade e traição, e do amor de um soldado por uma bela e misteriosa mulher, A Odisseia dos Dez Mil capta o eterno espírito da coragem... perante todas as adversidades.Completamente diferentes, certo? Pelo menos o autor é...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:51

Starbucks e Angry Birds

por Pantapuff, em 04.05.12

Hoje foi um daqueles dias e depois de comprar a prenda para a mãe (domingo = dia da mãe) decidi oferecer-me um chá gigante no Starbucks e já que o dia estava a ser mau ofereci-me um copo/termo que eles têm lá à venda. 

Como fofa que sou ainda trouxe um para o meu pai e outro para a minha mãe que assim já podem levar o café ou o leite (ou os dois) quentinhos quando forem num passeio que seja muito cedo e prefiram comer pelo caminho.

Sei que gastar dinheiro não dá felicidade mas epá... chá quentinho aquece a alma (e queima a língua, que primeiro que desse para beber...).

 

Depois do chá, como ainda faltava um bocadinho até começar o Clube de Leitura da Bertrand ainda fui dar uma voltinha à fnac.

Tendo sido arrastada para a secção dos jogos vi umas t-shirts muito giras com desenhos do Super Mário (e que um dia vão ser minhas *-*) e Angry Birds gigantes! Mas isso nem é o melhor porque já os tinha vistos. O melhor é mesmo o jogo para montar!

Ainda me disseram que seria giro para a minha sobrinha de 5 anos. Se tal coisa vier morar cá para casa (algo que vai acontecer num futuro próximo) a minha pipoca não brinca sozinha não... a tia também quer brincar.

Quanto aos passarinhos gigantes também se aceitam como prenda de Natal ^-^ 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:34



Alexandra Rolo | Pantapuff

Capturar.PNG


Nascida em 1989, em Lisboa e com uma infância marcada por demasiados filmes de ficção científica é formada em História Moderna e Contemporânea (ISCTE-IUL), História Religiosa (FLUL) e Gestão Cultural (ISCTE-IUL). Conhecida online enquanto Pantapuff, é blogger desde 2005 e tem colaborado em diversos projectos online, normalmente ligados às áreas da literatura (fantástica e FC) e da internet. Hoje faz do online a sua vida, trabalhando como gestora de redes sociais. Youtuber, bookworm, cosplayer, nerd, Potterhead e Whovian assumida é normalmente vista de phones, telemóvel, iPad e Kindle. O seu maior medo é ficar sem bateria ou perder o acesso à internet.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.