Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Folha em Branco

Folha em Branco

Sex | 23.08.19

Receita: Compota de tomate

Sou uma grande fã de compotas caseiras e quando era pequena a minha mãe fazia as minhas favoritas: tomate e abóbora. Sim, são coisas carregadas de açúcar e engordam imenso mas é preferível comer a versão caseira do que comprar no supermercado e consumir algo cheio de coisas que às vezes nem conseguimos pronunciar à primeira.

Tinha em casa uns quantos tomates enormes vindos da horta de familiares do moço e estavam a estragar-se. Como não tinha a quem dar pensei "e que tal fazer compota de tomate?".

Apesar de ter crescido a ver a minha mãe a fazer compotas, marmelada, ... eu  nunca tinha feito nada disto sozinha e é com orgulho que digo que me saí bem e só não como às colheradas porque é doce :p

Descobri também que fica bem em cima das bolachas de arroz que como e que nunca sabem a nada.

compota.PNG

Querem a minha receita? Aqui fica:

Ingredientes: 

  • 1kg de tomate
  • 450gr de açúcar amarelo
  • Casca de limão a gosto
  • 2 paus de canela

 

69226477_2526721960888898_6840824008405942272_n.jp

Preparação:

  1. Dar dois golpes em cruz na pele do tomate e colocar um recipiente com água a ferver por alguns segundos. Retirar os tomates da água e remover a pele (este passo não é obrigatório mas torna-se muito mais rápido descascar os tomates).
  2. Se forem esquisitos agora é a hora de cortar os tomates e retirar as sementes. Se não forem é só cortar tudo em pedacinhos pequenos e meter num tacho.
  3. Adicionem o açúcar e deixem levantar fervura sempre a mexer bem. 
  4. Quando o tomate estiver já tipo uma polpa retirem o tacho do lume e usem uma varinha mágica para triturar tudo. (atenção aos salpicos que isto queima).
  5. Depois de triturado é hora de acrescentar as raspas de limão e a canela. 
  6. Deixem cozinhar em lume baixo / médio (nunca no máximo) e estejam constantemente a mexer para não queimar.
  7. A compota está pronta quando estiver em ponto estrada. Basicamente significa que ao passarem a colher a compota está espessa o suficiente para conseguirem ver o fundo do tacho.
  8. Retirem a canela e o limão.
  9. Coloquem a compota em frascos lavados e de preferência que vedem bem.

Enquanto o doce arrefece mantenham o frasco aberto e cubram-no com papel vegetal e posteriormente, quando estiver quase frio, com uma toalha.

E pronto... quando estiver frio é só comer e podem fechar o frasco (obviamente) mantendo-o num local fresco e seco. Se quiserem podem também guardar no frigorífico mas não é necessário.

 

Se forem muito sensíveis ao açúcar podem sempre reduzir, obviamente, mas tudo depende do gosto de cada um.

Se quiserem experimentar o ideal será dividirem esta receita ao meio e fazer um frasquinho pequenino :)

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.