Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Folha em Branco

Folha em Branco

Ter | 18.04.17

Problemas de ansiedade e esgotamentos nervosos

Finalmente consegui sentar-me e falar um pouco sobre um problema que já tem uns anitos... ansiedade, ataques de pânico e um esgotamento nervoso.

0-BASE-captions.png

Quando andava na faculdade fui mesmo obrigada a fazer medicação e a ser vigiada caso contrário a médica iria tomar medidas mais drásticas. Foi um ano difícil e ainda hoje sinto os efeitos no meu corpo. O meu estômago ficou permanentemente afectado pelo acumular de stress dessa altura e só piorou porque continuei a negligenciar alguns sinais...

Ainda tenho momentos em que tenho ataques de pânico, me sinto fisicamente doente ou esgotada e acabo na cama um ou dois dias antes de me forçar a sair dali porque a vida tem de continuar.

Ainda tenho momentos em que tenho de recorrer a medicação (não viciante) para voltar a um estado normal que não envolva gritar com todos os que me rodeiam e mandá-los à merda por cada estupidez que sai das suas bocas. 

Evitar isso? Ser a pessoa mais zen. Quem me conhece sabe que sou divertida, adoro rir. Rir foi uma das terapias que tive e a que mais me ajudou, mas nem sempre chega. Por vezes tudo é simplesmente too much para se aguentar.

Hoje sinto-me um pouco mais à vontade para falar deste assunto mas a início não. Ninguém soube, não queria mostrar que era fraca. Apenas as pessoas mais chegadas sabiam a razão pela qual eu era um zombie a boiar pela vida...

 

Não há programas suficientes na televisão que expliquem isto às pessoas. Quem sofre de ansiedade não consegue evitar ter um ataque de pânico. O sistema simplesmente já não aguenta mais e esta é a sua forma de gritar CHEGA!

 

Não sou uma especialista. Esta é apenas a minha experiência e vale o que vale...

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.