Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Folha em Branco

Folha em Branco

Dom | 24.06.12

O Império do Medo

 

Título: O Império do Medo
Original: Empire of Fear
Autor: Brian Stableford

Goodreads, Wook, Bertrand, Fnac, AmazonBook Depository

Acabei por ter uma relação de amor-ódio com este livro durante as três semanas que demorei a ler as suas páginas. Por um lado a ideia da história é diferente daquilo a que estamos habituados, por outro a escrita do autor é, em muitos pontos, extremamente pesada e aborrecida.

Num mundo governado por vampiros, Edmund Cordery é um homem de ciência decidido a descobrir como se poderia destruir estas criaturas. No entanto as suas pesquisas com o microscópio acabam interrompidas e deixadas nas mãos do seu filho Noell.

Noell é uma pessoa assombrada pelas escolhas que o seu pai tomou e acaba por ver em Quintus a figura paternal que nunca teve.

No meio de vampiros, piratas era a última coisa que eu esperava ver mas esses também aparecem e desempenham um papel importante para o crescimento da nossa personagem principal.

Na sua procura para dar resposta às perguntas de seu pai, Noell e os seus companheiros acabam por viajar até África onde descobrem que o processo de crianção de um destes seres, não é fruto de magia mas sim de uma mistura especial que deve ser feita que pode nem sempre funcionar.

Podemos ver também todo um conjunto de nomes e acontecimentos históricos como pano de fundo para este enredo.

Duvido que alguma vez vá voltar a ler este livro, até porque cada vez que lhe pegava ficava com sono e cheguei mesmo a adormecer. No entanto para quem gosta do género é uma boa leitura, sempre é uma versão diferente daquilo que temos visto nos últimos e anos.

A versão portuguesa é da Saída de Emergência, mas uma vez mais eu li em inglês por isso não posso comentar a tradução.

Sinopse: A história começa na Londres do século XVII. Edmund Cordery, sábio da corte de Ricardo Coração de Leão, acredita que a cerimónia supostamente mágica que transforma um humano num vampiro deve ter uma explicação natural. Mas descortinar o segredo da criação dos imortais também é saber como os destruir, como tal, quando as suas investigações o aproximam da verdade, a elite que governa o mundo decide-se pela sua morte. Mas, antes de morrer, Edmund passa os seus segredos ao filho Noell, transformando este no homem mais procurado de Inglaterra e forçando-o a fugir pela vida. Para continuar as investigações do pai, Noell viaja até ao coração de África, onde acredita que os primeiros vampiros nasceram há milhares de anos.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.