Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Folha em Branco

Folha em Branco

Qui | 16.02.12

Estou apaixonada por ti, ó anónimo do meu coração

Meu doce, tu que dizes que não sou lenta chamas-me nomes doces como burra ou parva. Tu que me vais dar uma casa para me mudar para longe de gente idiota, vens comigo ensinar-me história. História... essa matéria que desconheço por completo já que é coisa que não me assiste.

Tu meu querido que dizes que não respeito a história do nosso país pois então explica-me em que distrito nasceu o cristianismo que está tão presente na nossa sociedade.

Anómino querido se vires estiveres sozinho numa serra com ovelhas também vais pastar com elas? É que pela tua lógica maravilhosa temos de respeitar os costumes dos outros e como a maioria dos seres nessa serra são ovelhas...

Duvidas do meu canudo? Só tenho carta de curso, mas se queres ver o diploma... Oh meu doce dá-me o dinheirinho que vou já encomendar outro assim bonitinho e com letras fofinhas. Faço tudo isto só por ti.

 

Agora vem lá comentar meu querido, mas deixa-me o teu nome não sejas tímido que eu não mordo. Só que assim poderei dirigir melhor os meus beijinhos amorosos.

 

P.S.: já pensaste em ir arranjar uma vidinha? Era tão fixeeeeeeeee

Não aprovo o comentário por uma razão... se não tens coragem para dar o nome pelos insultos, não deves ser publicado.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.