Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Unboxing: Caixa Literária Mistério

por Pantapuff, em 27.02.18

UNBOX.png

 

Hoje tenho um unboxing para os bookworms portugueses.

imaginauta tem caixas literárias mistério e onde podem ter acesso a várias coisinhas ligadas a livros. Melhor do que vos escrever sobre isto é mesmo deixar-vos ver o vídeo que desta vez é falado em português ;)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:02

sword-art-online.jpg

 

Ultimamente podemos ter elefantes a fazer patinagem artística que não dou por nada mas esta manhã acordei com uma notícia assustadora.

Ora estava eu a fazer browsing pelo Facebook enquanto fazia o almoço para levar para o escritório quando vejo... A Netflix vai fazer um live action de Sword Art online? O QUÊ??
Todos gostamos muito da Netflix e das suas séries mas esta é uma notícia assustadora principalmente depois de ter visto o que fizeram a Death Note.

Apesar de saber que com a tecnologia que temos hoje em dia seria possível fazer um excelente filme disto e eu seria a primeira a ir ao cinema ver, a probabilidade de ser um desastre monumental é muito maior...
Espero que isto seja apenas uma alucinação. Querida  Netflix, deixa o meu querido SAO sossegadinho que os fãs agradecem imenso.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:45

“O Carnaval já passou!" ou "Ainda é cedo para o Halloween" são algumas das frases que os cosplayers mais ouvem seguidas da pergunta "vai haver algum teatro?".

A verdade é que são cosplayers, pessoas que se se vestem e caracterizam como conhecidas personagens de animes, filmes, séries ou jogos.

Cosplay surgiu da junção das palavras Costume e Play e apareceu originalmente nos Estados Unidos nas convenções “geek”. No entanto foi o Japão que popularizou o cosplay e foi a partir daqui que se espalhou pelo resto do mundo.

 

Anastasia Romanoc

Fazer cosplay não é o mesmo que mascarar-se para o carnaval devido a todo o esforço que é feito para que as personagens do imaginário sejam transportadas para o mundo real e tal não é fácil. São muitas as horas de trabalho e dedicação em busca dos tecidos e materiais com as cores e texturas exactas para preparar o fato. São as horas em frente ao espelho a experimentar e praticar técnicas de maquilhagem para modificar o rosto sem cirurgia.

Técnicas de cabeleireiro são aplicadas na estilização de perucas... Tudo isto são apenas as coisas que se podem ver... Sim porque o que se usa por baixo dos fatos também conta afinal de contas uma mulher copa C para parecer um homem não vai usar um soutien almofadado...

 

Capturar2.PNG

Muitos vêm o cosplay como um hobby, um passatempo de miúdos mas é muito mais que isso. É uma constante aprendizagem de artes e técnicas que juntam gerações à mesa, seja para pedir ajuda aos avós que ainda sabem costurar à máquina ou à mão, ou para pedir ao pai ajuda na loja de ferragens. Uma grande parte dos cosplayers constrói os seus fatos e acessórios do início pois esse é também um dos requisitos para se competir a nível nacional e internacional.

Além da costura e maquilhagem são também muitas vezes usadas técnicas de palco para a construção de skits. Nesses casos são também adquiridas bases de representação, edição de vídeo, fotografia e som para a montagem do espectáculo.

Foto de Nuno Carneiro - Iberanime Lisboa 2017 - Pa

Dizer que o cosplay é uma arte não está de todo correcto. É um aglomerado de artes que ajudam ao crescimento saudável de jovens que muitas vezes são tímidos e consegue assim crescer um pouco mais num ambiente onde ser diferente é bem aceite. 

Se não é hobby é uma profissão? Pode ser mas poucos são os que conseguem viver exclusivamente disto. Os cosplayers são pessoas normais com empregos como qualquer outra pessoa. Quando um cosplayer diz que já não vê o cosplay como um hobby é porque o leva demasiado a sério, não é apenas uma ocupação de tempos livres, é mais que isso. Pode ser uma sensação difícil de explicar mas é algo que ocupa tanto tempo que quase parece um segundo trabalho… mas um em que em vez de receber um ordenado é gasto uma boa parte dele.

Não é uma actividade barata principalmente para quem faz grandes fatos ou vários ao longo do ano. Ainda assim é uma forma excelente de se aprender a fazer a gestão de recursos, tempo e orçamento.

 

A comunidade portuguesa está a crescer de forma estável e saudável e é fácil todos se conhecerem uns aos outros graças aos vários eventos que têm lugar ao longo do ano.

Em Portugal a Associação de Cosplay tem vindo a desenvolver um trabalho de promoção junto das escolas e pais de forma a que exista um maior apoio por parte da família. 

Foto de Manuel Brito - Manga and Comics Event 2017(Foto: Manuel Brito - MCE 2017)

 

Uns têm medo, outros vergonha, outros não sabem por onde começar mas não é difícil. Esta é uma comunidade aberta que sabe receber bem quem está a começar e quer aprender e são muitos os que se dispõem a ajudar via Facebook com dicas sendo a Associação de Cosplay um dos mais recentes exemplos nessa área.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:59

Apesar de continuar a achar que fixe fixe era a CCPT ir para o Algarve, foi hoje anunciado que o evento vai ter lugar em Setembro no Passeio Marítimo de Algés e a duração de 4 dias (6 a 9 de Setembro).

Depois de muita discussão por sair de Matosinhos o que a malta não esperava era que Oeiras fosse a opção escolhida para acolher um dos maiores eventos de cultura pop do país... até porque infraestruturas que é bom 'tá quieto.

Quando ontem Oeiras veio à conversa vários reclamaram e outros questionaram-se onde raio fica e como lá chegam, já a malta de Lisboa aponta o óbvio, é tudo menos central como era suposto ser. Com tanto sítio para acolher o evento vamos pedir emprestado o espaço ao festival de Verão que todos conhecem. 

Nunca fui contra a CCPT ter lugar em Matosinhos sendo a minha maior queixa a falta de transportes para lá e a falta de condições para cosplayers. Quando anunciaram que ia sair para Lisboa fiquei contente pois seria central, agora... Oeiras? O tempo que uma pessoa demora a lá chegar não é simpático e os transportes se não forem alvo de um reforço grandinho não vão ser alternativas simpáticas para quem não conduz.

Antes de "reclamar" (mais) confesso apenas que não esperava esta opção que até nas bilheteiras marca o evento como um festival e que pondero muito bem se vou ou se pego no dinheiro e vou dar a um evento de menores dimensões.

Para já vamos ver o que a imaginação da organização está a preparar para acolher os milhares de visitantes esperados e acima de tudo os cosplayers.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:31

Cosplay Photoshoot 2018

por Pantapuff, em 16.02.18

Está oficialmente aberta a época de cosplay whoohoo!

O Cosplay Photoshoot celebrou o seu 15º aniversário no passado dia 10, no Parque das Nações. Uma vez mais dezenas de cosplayers juntaram-se junto à estátua do Homem Sol, para uma mega foto de grupo!

DSC_0079.JPG

Este ano este divertido dia foi novamente organizado pela Associação de Cosplay e contou com a ajuda da Kirane Project que organizou um Peddy Paper e um Bingo.

Tirei algumas fotos à malta que apareceu e já as podem ver no facebook aqui do estaminé :)

Foi um dia super divertido que tive a oportunidade de passar com vários amigos e a minha sobrinha que fez cosplay de Sumomo de Tsubasa Reservoir Chronicles.

E vocês? Marcaram presença no Photoshoot?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:12


Pág. 1/2



Alexandra Rolo | Pantapuff

Capturar.PNG


Nascida em 1989, em Lisboa e com uma infância marcada por demasiados filmes de ficção científica é formada em História Moderna e Contemporânea (ISCTE-IUL), História Religiosa (FLUL) e Gestão Cultural (ISCTE-IUL). Conhecida online enquanto Pantapuff, é blogger desde 2005 e tem colaborado em diversos projectos online, normalmente ligados às áreas da literatura (fantástica e FC) e da internet. Hoje faz do online a sua vida, trabalhando como gestora de redes sociais. Youtuber, bookworm, cosplayer, nerd, Potterhead e Whovian assumida é normalmente vista de phones, telemóvel, iPad e Kindle. O seu maior medo é ficar sem bateria ou perder o acesso à internet.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.