Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Folha em Branco

Folha em Branco

Sex | 15.12.17

Noragami

noragami.jpg

 

Os astros alinharam-se, o inferno congelou, um milagre aconteceu e depois de ver demasiados Yatos no Iberanime decidi tentar perceber qual o fascínio pelo Deus desgraçado que anda de fato de treino e faz limpezas...

Sim, vi Noragami. Lá encontrei por puro acaso o anime na Netflix e pensei "why not?" e depois de adormecer umas quantas vezes durante o primeiro episódio comecei a entrar na coisa e acabei por ver tudo de enfiada e sim gostei bastante.

Temos então o Yato que anda a fazer limpezas para juntar moedinhas, uma gaja que perde o corpo pelo caminho e continua a andar, um puto que se transforma em espada para matar fantasmas maus e uma deusa muito fofinha que na verdade desgraça todos os homens que se apaixonam por ela (um dia ainda faço cosplay da gaja)... É uma história bem divertida perfeita para acompanhar um fim-de-semana em que não apeteça fazer nada.

Acho que na Netflix não está completo mas os entendidos que me avisem para eu começar a planear mais um fim-de-semana no sofá :p

Qui | 14.12.17

Good Morning Call - Temporada 2

goodmorning call.png

 

Ultimamente fico entusiasmada com o quer que seja mas não consegui suprimir um whoohoo quando vi a notificação da Netflix que anunciava a chegada da segunda temporada de Good Morning Call.

A adolescente com as hormonas aos saltos que vive dentro de mim rebolou de alegria e por isso tratei logo de fazer download.

Agora temos Nao e Uehara na universidade e a viver lado a lado, cada um no seu pequeno apartamento. São muitas as provações que vivem agora que saíram do liceu e nem tudo são arco-íris e unicórnios como Nao deseja.

Uma vez mais não é uma série com grande profundidade mas é um drama divertido e leve perfeito para uns "aaawwwwe" e ocasionalmente dar um sopapo aos ninjas que cortam cebolas...

Qua | 13.12.17

A Evolução de Calpúrnia Tate

calpurnia.PNG

Título: A Evolução de Calpúrnia Tate

Título original: The evolution of Calpurnia Tate

Autora: Jacqueline Kelly

Goodreads

 

Ter 11 anos e ser menina em 1899 pode não ser um grande problema a não ser que sejas a filha do meio de 7 irmãos, a única rapariga, ser Maria rapaz e ainda por cima curiosa...

É toda essa curiosidade que a leva a começar um diário onde regista tudo o que vê, as suas dúvidas e as respostas que encontra... é também essa forma diferente de pensar e ver o mundo que a leva a aproximar-se mais do avô, um naturalista que se corresponde com algumas das mentes mais brilhantes da época.

Callie (como era tratada) pouco liga ao piano, não tem jeito para a costura ou os afazeres da casa e o seu sonho é ser mais que uma mera esposa, dona de casa, mãe de um pequeno rebanho de crianças chatas... aprecia o sossego, ler, nadar no lago e estudar coisas novas relacionadas com ciências... Callie é tudoe quer ser tudo o que estava vedado a uma menina de boas famílias devido às convenções sociais da altura.

É um livro delicioso que acaba e deixou-me a querer mais, a ler mais e conhecer melhor esta evolução da jovem menina.

O livro aborda apenas um ano da vida de Callie e agora que descobri que existe um segundo livro mal posso esperar para o poder ler, mas primeiro... pois, tenho de despachar a pequena pilha que tenho lá em casa...

Ter | 12.12.17

Vlog: Loulé Game Fest

Ahh que os vlogs estão de volta :D

lgw.png

 

Aproveitei o fim-de-semana prolongado para ir até Loulé para o Loulé Game Fest com a Associação de Cosplay.

Juntamente com a Leonor Grácias e a Manon lá fui na sexta-feira de manhã para o sítio do costume.

O frio que se fazia sentir em Lisboa lá só se notava à noite... a tarde de sexta-feira foi passada na esplanada do Coral a ver os barquinhos a passar e com dois dedos de conversa sobre tudo e um par de botas.

annya.PNG

Sábado foi o dia do evento. Acordar de manhã, pegar nas malas e viajar até ao evento. Desta vez o cosplay escolhido foi a Anastasia... descobri ao lá chegar que a perda de peso que tenho notado recentemente é maior do que pensava já que tanto o vestido como o corpete me estão mais largos do que esperava... mas não foi por isso que deixei de me divertir (só passava a vida a meter as alças para cima xD).

O Loulé Game Fest é um evento pequeno e familiar mas muito divertido e cheio de putos divertidos :)

Para mim a cereja no topo do bolo foi o pequeno cosplayer vestido de Goku que participou no desfile de cosplay. Vestido a rigor e envergonhado subiu a palco. É uma delícia ver os mais pequenos também nestas andanças.

Antes de vos mostrar o vídeo tenho uma questão: alguém sabe explicar o significado da música "a machadinha?"

 

Qui | 07.12.17

Vou ali e já venho... mas é Inverno!

18857015_7c7AB.png

O ir ali e já venho pode ser giro e divertido, fazer as malas pode ser rápido e já quase automático (torna-se hábito quando és daquelas pessoas que tem já a escova e pasta dos dentes permanentemente no trolley) mas viajar no Inverno é outra história... São as roupas que ocupam o triplo do espaço, são os casacos, é o pijama polar e os 50 pares de meias quentinhas... "A minha filha parece que vai estar fora um mês e não 3 noites"... Quando um fato ocupa metade da mala e o pijama a outra metade temos de ser criativos... viajo sempre com um trolley e uma mochila e sabe-se lá como consegui manter esse número de malas para ir ao Algarve este fim-de-semana... ok tenho mais um saquinho mas vá a comida não cabia lá e ainda tenho espaço para o portátil (acho eu) que parece que vai ter de ir comigo para trabalhar um bocadito.

Tudo seria mais fácil se não fosse inverno mas recuso-me a dormir sem o meu onesie cheio de cupcakes! TÁ FRIO!!!! E claro as minhas pantufinhas também que hoje até me fazem companhia no escritório (pés quentinhoooos!)

Claro que fazer as malas tarde e com sono faz com que algo fique para trás e no meu caso foram umas molinhas para coser num fato que vai ser o meu backup caso não suporte o frio nos braços (plan B ftw). Algo me diz que ainda vou ter de dar um saltinho ao Vasco da Gama antes de apanhar o barquinho para a outra margem... wish me luck :p

Ter | 05.12.17

Lip & Hip - The princess is back

Hyuna voltou com um novo trabalho dentro da linha que anunciou publicamente que iria adoptar depois do lançamento de Red.

Ousada e provocadora, a princesa Sul Coreana apresenta-se em roupa interior com uma coreografia que condiz com a letra da música.

Longe vão os tempos em que cantou junto com Psy uma versão diferente de Gagnam Style ou que cantava o Bubble Pop. Ainda assim, apesar de provocadora e tudo menos inocente consegue não cair no mesmo buraco que tantas outras artistas que passam uma imagem "slutty".

O vídeo não mostra totalmente a coreografia desta música mas rapidamente se encontram as apresentações ao vivo.

Uma coisa é certa... subitamente o Inverno aqueceum um bocadinho e esta já está na minha playlist ;)

Pág. 2/2

Error running style: Style code didn't finish running in a timely fashion. Possible causes: