Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Folha em Branco

Folha em Branco

Qua | 08.07.15

A crueldade da internet

vlogart.PNG

As pessoas são cruéis. Vivemos em tempos em que tudo tem de ser perfeito e uma pessoa é presa por ter cão ou por não ter nenhum...

Muitos escondem-se atrás do seu computador e têm como prazer na vida, tentar minar a auto estima de quem dá a cara num blog, youtube, ... As mulheres são constantemente julgadas seja pelo corpo ou pela maquilhagem que usam.

Durante anos fui alvo de bullying na escola básica. Era porque era magra, porque era gorda, porque tinha a testa alta, era porque tinha mais mamas que boa parte das raparigas, porque sou pálida,... Demorei um pouco mas ultrapassei toda essa situação. Ainda assim custa-me ver que há pessoas maldosas que fazem outros passar por isto. Humilhar e insultar publicamente outros apenas porque não correspondem aos padrões de beleza impostos pela indústria...

Esta vlogger merece no mínimo uma salva de palmas, pela coragem de mostrar a sua pele como é na realidade, até porque o acne é um problema que afecta imensas pessoas.

Este vídeo mostra perfeitamente aquilo a que nos sujeitamos todos os dias, seja na escola, na rua, no trabalho ou mesmo na internet. Principalmente na net...

Ter | 07.07.15

Perfect Sisters

92acf22e666460790f501c4dfa9bd134.jpg

Perfect Sisters é um daqueles filmes feitos para passar em televisão. Baseado numa história real, conta-nos a história de duas irmãs adolescentes que vivem com o seu irmão mais novo e com a mãe alcoólica.

As duas irmãs inseparáveis que começam a ficar cansadas de ter de tomar conta da mãe que não tem a menor noção de responsabilidade. É quando aparece um namorado que começa a agarrar a mais nova e uma tarde bate no pequenino que elas se fartam de toda a situação e chegam a uma conclusão: se a mãe morrer podem ter paz na vida.

Ao ter ajuda negada por todos metem então em prática o plano.

É um filme bonito e comovente. Eu que normalmente não vejo muito deste género de filmes, gostei bastante. Por vezes também é bom variar um pouco.

Ter | 07.07.15

Não se pode falar...

keep-calm-and-shhh-46.png

Já não se pode comentar um post público no facebook, não se pode partilhar uma opinião, não se pode ter um debate. Nunca pensei ver tamanha peixeirada por causa de um post no meu perfil pessoal que já leva a queixas ao SAPO blogs.

Lamento informar que um post sendo público pode ser partilhado e foi isso mesmo que fiz, partilhei, comentei uma situação. Triste é ver que há quem não aguente ler algumas coisas que ainda por cima nem eram nada de muito polémico. Nunca pensei ter tanta importância na vida de alguém, mas também nunca pensei ver uma nova editora acabadinha de abrir, fazer tamanha peixeirada fazendo com que meia bloggosfera olhe para eles e comece a torcer o nariz.

Somos todos Charlie, somos todos adeptos da liberdade de expressão mas muitos acham que isto de ser livre de se dizer as coisas deve ser q.b. como o sal e a pimenta na cozinha.

Sei que não infringi regras nenhumas nem publiquei nada que seja privado.

Para quem quiser conhecer as condições de utilização do SAPO aqui ficam:

Condições de utilização - Blogs

O que posso e não posso fazer no SAPO Blogs (Resumo)

- Pode publicar as suas ideias, pensamentos e opiniões sob a forma de posts, textos ordenados cronologicamente que podem incluir links e chamadas de outros conteúdos (imagens, vídeos, etc.).

- Pode definir a privacidade das suas publicações e blogs, de maneira a limitar o acesso público aos mesmos.

- Pode gerar, a qualquer momento uma cópia com o arquivo dos seus posts.

- Não pode alojar conteúdos sobre os quais não detenha os respetivos direitos de autor e conexos. O uso de excertos de obras cobertas por direitos de autor deve ser sempre acompanhado da identificação da sua autoria e origem.

- Não pode publicar conteúdos que explorem ou atentem contra a dignidade humana, que incentivem à violência ou que possam ser considerados ameaçadores.

- Não pode publicar conteúdos que contenham dados pessoais de terceiros, incluindo informações de contacto (email, telefone, morada, etc.), sem a sua permissão explícita (mesmo que sejam do conhecimento público).

- Não deve colocar conteúdos públicos que identifiquem ou visem diretamente menores, mesmo que disponha da permissão dos pais. Estes conteúdos devem ser sempre de acesso privado e omitir dados identificativos.

- Não pode publicar conteúdos pornográficos.

Seg | 06.07.15

Instaweek #115

Nem sei como resumir. Foi uma semana animada sabemos que há vários festivais a probir a entrada de selfie sticks nos recintos, terminei um vestido steampunk e assisti à maior peixeirada de sempre com uma editora.

Ainda passei de barco, comecei a trabalhar em projectos novos de cosplay e chateei pessoas que nem sabia que existiam...

insta1.PNG

1. Jogar ao Bingo com os sobrinhos \2. Alguém se esqueceu de traduzir um bocado do livro... :p

insta2.PNG

1. physalis é bom *-* \2. fazer planos antes de ir às compras \3. vestido terminado \4. o meu pet monster \5. coisas que devia arrumar... \6 e 7. compras \8. procrastinação... \9. mais coisas que devia arrumar

insta3.PNG

 1, 2 e 3. Passeio de barco para acompanhar a partida de Francisco Lufinha na sua nova aventura \4. moldes para fazer o Atashi *-* \5. Molde para uma máscara \9. resumo de uma tarde de compras

Sab | 04.07.15

Ser cosplayer é andar muito a pé

Chegou o temível dia de andar a pé. Sol, vento, chuva, procissões, sobreviver ao caos da Loja dos Tecidos, ...

Pronto ok não é assim tão horrível. O drama de ser cosplayer é mesmo o facto de se gastar rios de dinheiro em coisas que depois são usadas durante um dia (com sorte xD). São os olhares reprovadores dos pais, as queixas da conta bancária e o resmungar dos pés que ficam cansados de andar de loja em loja à procura das coisas.

Hoje foi o dia de ir às compras para preparar os cosplays para o Iberanime e ComiCon. Dois eventos, quatro personagens, carteira mais leve. Na verdade só trouxe personagem e meia que uma delas ainda estou a ponderar se faço reciclagem de um fato de banho.

11538074_10206538981260493_9065018357879803874_o.j

Em breve vou começar a trabalhar em duas personagens: uma fada steampunk e a Chii. Ambas vão dar imenso trabalho, mas são duas personagens que quero muito fazer. A última que falta é ainda segredo, mas se estiverem muito curiosos podem acompanhar os progressos na minha página dedicada ao cosplay e no instagram. :)

Sex | 03.07.15

Era uma vez uma capa de um livro

687474703a2f2f6d656469612e757262616e64696374696f6e

Era uma vez uma blogger que estava sossegadita no seu cantinho quando plim aparece a notificação de um pedido de amizade. Era uma editora. Estranho, mas não sabiam que as empresas não podem ter contas pessoais? (Foi por isso que o facebook criou as páginas) Mesmo assim a blogger aceitou porque pronto mais editora, menos editora,...

Um belo dia... hoje aparece no feed uma capa que mais parecia ter sido feita no paint. Ora aqui eu que tenho uma rubrica (desactualizada) sobre as piores capas a ser lançadas (independentemente da editora) partilhei na minha conta pessoal com o texto ninguém quer enviar candidaturas espontâneas para designer das capas?. Bom, de acordo com a editora que prontamente abriu janela privada no chat eu estava a difamá-los. Pediram que eliminasse o post e eu recusei-me. Não insultei ninguém, fiz uma observação sobre a péssima qualidade da imagem que não era mais que um copy paste de uma moça de vestido em cima de uma paisagem e sem sequer levar uma correcção de cor... De seguida veio a ameaça de processo porque são uma empresa registada. Após passar este salto enorme veio a explicação de que não há problema em que se partilhe os conteúdos desde que pergunte primeiro. Quando perguntei afinal qual era a acusação veio o silêncio.

 

Eu continuei a minha vida, até porque tinha trabalho a entregar e não gosto de atrasos. É então passado um bom bocado que alguém me alerta para um post na página da editora.

0.1.PNG

Claro que a história a metade fica mais gira e como editora que são fizeram ali alguma edição. Engraçado que não mencionaram que a minha observação principal foi a capa. Sim mencionei a contra capa e o logo enorme mas quando me foi explicado que era o local onde vão ser colocados os nomes dos autores eu aceitei (faz sentido).

Foram fofos por não mencionar o meu nome. Não pensaram foi que alguém juntasse 2+2 e relacionasse aquele post com a minha pessoa, que foi exactamente o que aconteceu. O que não estavam também a contar era com uns quantos bloggers a meter o nariz na conversa e a comentar a situação que acharam lamentável e impensável... 

Quando ninguém partiu em defesa da Editora o post foi eliminado e com ele todos os registos e comentários. No entanto a opção de print screen foi inventada e umas quantas pessoas utilizaram isso para guardar para todo o sempre no arquivo das festas das editoras.

Eu não ia mencionar mais o assunto e ia deixar morrer. Afinal de contas é uma editora bebé que ainda não tem nada no catálogo e está agora a promover a sua primeira antologia (as submissões estão abertas btw). No entanto confesso que o post foi estranho e o comentário que recebi a seguir no blog ainda mais:

coment.png

Não sei se este comentário foi feito pela editora ou não porque eu apesar dos meus muitos defeitos dou a cara pelo que digo. Confesso é que não percebi bem ali o fim do comentário. Vida traumática? Eu bem digo que ando traumatizada mas não exageremos. Concorrência? Mas pensa que eu trabalho numa editora que se sente ameaçada pelas grandes publicações que ainda não fizeram? E a suposta concorrência anda disfarçada de quê?

Eu quero é ver diversidade a nível de publicações (com qualidade), quero mais oportunidades para os jovens autores que têm talento e material bom escondido na gaveta, quero lá deitar abaixo o negócio de alguém... Ainda por cima novos negócios significam novos postos de trabalho (mas sim precisam mesmo de um designer ou de alguém melhor com photoshop. Eu não me candidato que não pesco grande coisa daquilo).

 

Lamento profundamente, como mencionei no post anterior que algumas pessoas não consigam lidar com críticas e opiniões e que as confundam com difamação. Não vão a um debate literário, não entrem numa convenção ou mesa redonda pois podem sair de lá traumatizados. Aprendam a lidar com a crítica e a aceitá-la como forma de crescer e eliminar os pontos fracos. Sejamos sinceros, uma editora vive dos leitores, se os leitores não comprarem livros a editora morre... 

 

Ainda vocês falavam da Pastelaria Studios apagar comentários...

 

P.S.: o seu comentário está visível, demorei um pouco a aceitar porque estava a escrever :)

Sex | 03.07.15

Uma carta aos doutores da verdade

Caros senhores doutores da verdade,

Vivo num país livre, vivo numa democracia. No entanto algumas pessoas acham que são donas da verdade absoluta e que mandam no que os outros devem pensar e dizer. Agradecem sempre as nossas opiniões mas agradecem também que seja pedida permissão antes de as dizer publicamente.

 

Hoje, após partilhar uma capa de uma editora, no meu perfil pessoal, com um post que dizia que as pessoas deviam enviar candidaturas espontâneas para o lugar de designer das capas, aconteceu algo interessante. A mesma editora enviou-me uma mensagem privada a dizer que eu estava a difamá-los e que deveria retirar o post. Educadamente disse que não. É a minha conta pessoal e sou livre de expressar as minhas opiniões.

Foi-me então explicado que a minha opinião é inválida já que deveria primeiro perguntar e depois tecer comentários (algo que fiz. Tinha perguntado se aquela era capa). Foi então explicado também que o caso seria entregue aos advogados da empresa caso eu não removesse o post.

Bem, não é a primeira vez que levo com malta assim. Só acho interessante quando são os pequenos que pouco ou nada importam ao mundo que se ralam imenso quando eu de forma estruturada e fundamentada faço uma crítica no meu espaço pessoal.

Devo ser super importante na vida destas pessoas para me darem tanto crédito assim, tanto ao ponto de perderem tempo a censurar as opiniões dos outros só porque não lhes batem palmas.

Não me interessa se são uma pequena editora se são os maiores do mundo, se são portugueses, brasileiros ou chineses. Eu faço os meus comentários de forma fundamentada e conhecendo bem os trabalhos realizados tanto em Portugal como fora. Se vocês têm problemas em receber críticas então estão no ramo errado ou então estão mal habituados. Isto é a vida real, não é a vossa mãe a dizer que tudo é uma obra de arte.

Acredito que cada um é livre de expressar as suas opiniões e desde que sejam fundamentadas devem ser vistas como uma forma de aprender um pouco mais e crescer. Quando não é possível ter uma conversa racional, inteligente e educada então têm problemas maiores do que apenas não ouvir as verdades...

Lamento imenso ser uma pedra no vosso sapato.

Atenciosamente,

A gaja que não se cala.

Sex | 03.07.15

Into the Woods

Sucker for musicals in the house!

G+Cover.png

Temos padeiros, a Rapunzel, Cinderella, Capuchinho Vermelho, ... São várias as personagens conhecidas das histórias de encantar fazem parte deste musical.
Into the woods, into the woods,... até um paciente com Alzheimer ia fixar o nome do filme tendo em conta que todos repetem isto umas quantas dezenas de vezes ao longo da história.

O elenco não podia ser melhor, bons actores que têm boas vozes. A história em si é que é um bocado idiota. Não é um filme para crianças e por isso poderia ter um pouco mais de profundidade (ou qualquer coisa mais). quem escreveu também se borrifou completamente para as histórias. Compreendo a ideia mas podiam ter arranjado um final melhor para a coisa não?

A voz off não me fez confusão, mas já que existe uma poderiam ter usado aquilo para algo mais além de dizer o que tinhamos acabado de ver...

Bom filme? Não. Fiquei desapontada? Sim. Pontos positivos? Ouvir esta malta a cantar, the end.

Qui | 02.07.15

Noitadas dedos picados e queimados

Está feito!

Terminei o meu primeiro vestido Steampunk. Ok não é bem um vestido, é mais um casaco (e sim vou vestir roupa por baixo daquilo...

Este é o vestido da minha personagem Aryan, a mesma que eu tinha improvisado para a Liscon :)

dre.PNG

Estou super contente com o resultado final, até porque ficou como eu tinha imaginado. O próximo passo é trabalhar nos acessórios da personagem e que ainda me vão valer mais umas picadelas e queimaduras de cola quente :p

O que acham?

Qua | 01.07.15

[TAG] Viciada em Séries

images (1).jpg

Este post não andava esquecido, mas as últimas semanas têm sido sempre a correr... Pronto ok andava perdido na lista de posts a fazer. Esta TAG vem da Beautiful Dreams e é sobre séries. 

Desta vez vou nomear:

A teoria de tudo sobre nada

 

1) Qual a tua série favorita?

Doctor Who!

 

2) Qual a série que recomendarias a qualquer pessoa?

Doctor Who e FRIENDS

 

3) Qual a série com melhor figurino?

Game of thrones tem ali umas fatiotas engraçadas.

 

4) Qual foi a última série que viste?

A última que coloquei em dia foi Gotham.

 

5) Já ficaste triste com o final de alguma série?

Sim... a saída de Matt Smith de Doctor Who... ainda dói :'(

 

6) Que personagem gostavas de ser?

Não sei bem, talvez a Amy Pond.

 

7) Que série tens vontade de ver?

How to Get Away with Murder. Tenho esta em atraso :)

 

8) Que série não tens de vontade de ver?

The Vampire Diaries. Aquilo está pior que a snovelas da TVI.

 

9) Já viste alguma série só porque sim? Se sim, qual?
Wizards vs Aliens xD

 

10) Pense em alguém. Diz quem é e que série gostam de ver juntos?

Não digo quem, mas a série é Game of Thrones ^_^

Pág. 4/4

Error running style: Style code didn't finish running in a timely fashion. Possible causes: