Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Folha em Branco

Folha em Branco

Dom | 29.04.12

O drama, o horror... a tese #5

Foi uma semana... longa. Depois da reunião com o senhor orientador tive de me atirar a um tijolo para ler e seleccionar tudo o que precisava. Depois veio a feira do livro, aquela sacana que me tirou horas de trabalho (mas mas mas... livroooooooooooos *-*)

Ontem foi mais um dia de alegria na feira, até porque finalmente fiz as minhas compras e ainda pude rever algumas pessoas:

 

 

 

Parte chatinha do dia de hoje? Chegar à conclusão de que tenho de voltar à escrita da tese. E veio o Espírito Santo e PUFF! Escrevi seis páginas e meia e se não fosse sentir os neurónios a bater com as cabeças na parece eu ainda tinha feito mais. Mesmo assim escrevi tudo sobre Deus e Ahura Mazda e ainda fiz pelo menos metade sobre os sacrifícios (acho que este amanhã fica acabado).

MAS amanhã é um novo dia e tenho tudo a postos para me barricar na biblioteca da FLUL a escrever muito muito muito e ser feliiiiiiiiz (ou não).

Se amanhã virem uma maluca a bater com a cabeça na mesa, de bíblia cheia de post-its aberta it's me!

Por hoje vou arrumar as botinhas e dedicar-me a aproveitar o resto do meu domingo que não posso ter férias antes de ter esta coisa terminada.

Esta semana tenho de ir sem falta à Biblioteca Nacional procurar a maldita enciclopédia italiana para retirar informações sobre mithraeums. O que me faz lembrar um belo diálogo:

 

prof: sabe italiano?

eu: não.

prof: ahh mas estudou latim, vai ver que consegue...

 

Enfim... que se pode fazer?

Dom | 29.04.12

Feira do Livro de Lisboa - as compras

Depois de um encontro com algumas caras conhecidas do grupo do NaNoWriMo de Lisboa e dos Leitores do Fórum Bang, em frente da banca da SdE lá consegui finalmente comprar as coisinhas que queria. Entre vários livros das várias séries que estou a ler consegui comprar apenas aquilo que tinha dito que ia trazer: autores portugueses. Ou seja, os livros que normalmente são mais caros nas livrarias, porque autores estrangeiros posso sempre comprar directamente em inglês em qualquer altura e apreço mais baixo.Sendo assim aqui ficam as minhas três aquisições (sim só três mas muito boas):

As Incríveis Aventuras de Dog Mendonça e Pizzaboy de Filipe Melo e Juan Cavia (Tinta da China)O Regresso dos Deuses - Rebelião de Pedro Ventura (Editorial Presença)Antologia de Ficção Científica Fantasporto Organizado por Rogério Ribeiro (1001 mundos)O Pulp Fiction ainda estou a pensar se compro ou não, vai depender muito da minha vontade até lá, se não, fica para o ano que vem.

Sex | 27.04.12

Silêncio (hush hush #3)

Título: Silêncio

Série: Hush hush

Original: Silence

Autora: Becca Fitzpatrick

Publicação: Porto Editora

 

Goodreads, Wook, Bertrand, Fnac, Amazon, Kindle store, Book Depository

 

Seria de esperar que a amnésia trouxesse algum entusiasmo (ou sossego) à vida de Nora, mas nop, mais drama. A diferença entre esta e a Zoey é que esta não chora baba e ranho e não come tudo o que tem um par de pernas.A pobre da miúda não consegue ter um momento de descanso, ora acorda num cemitério completamente sozinha, ora não se lembra de nada dos últimos cinco meses de vida, ora a mãe namora com o pai da rapariga que mais a atormenta na escola... é uma pobrezinha e feliz e contente lá pensava eu que acabava aqui. Afinal parece que não.Três livros é igual a cinco meses, esperemos que a autora não se queira estender muitos mais meses se não ainda acabamos com outra série tipo HoN.A parte positiva deste terceiro capítulo é que a história avança um grande bocado mas acaba com... mais trabalhos para a pobre Nora. É no entanto um livro bem escrito para a camada feminina jovem e sempre é melhor que HoN (pelo menos isso).

 

Sinopse: Quando o silêncio é tudo o que resta, poderá a verdade fazer-se ouvir? Nora Grey não consegue lembrar-se do que se passou nos últimos cinco meses. Depois do choque inicial de acordar num cemitério e descobrir que esteve desaparecida durante semanas - sem ninguém saber onde ou com quem estava - tenta tomar o pulso à própria vida. Regressa às aulas, passeia com a melhor amiga Vee e tenta evitar ao máximo o novo namorado da mãe.Mas há uma voz que lhe ecoa na mente, uma ideia que quase consegue tocar e sentir. Visões de asas de anjo e criaturas sobrenaturais que nada têm que ver com o mundo que conhece.E não consegue deixar de se sentir perdida e... incompleta.Então, Nora cruza o caminho de um desconhecido muito sensual com quem partilha uma ligação estranha e muito forte. Ele parece conhecer todas as respostas... e o coração dela. Cada minuto que passa com ele torna-se cada vez mais intenso até que ela se apercebe de que pode estar a apaixonar-se. Novamente. 

Sex | 27.04.12

Cidade dos Ossos

Depois da sondagem realizada aqui no blog, um dos dois livros com mais votos foi o Cidade dos Ossos de Cassandra Clare.

Título: Cidade dos OssosSérie: Caçadores de Sombras

Original: City of Bones (The Mortal Instruments book1)

Autora: Cassandra Clare

Editora: Planeta

 

Goodreads, Fnac, Bertrand, Wook, Amazon, Kindle, Book Depository

 

Este primeiro volume da série Caçadores de Sombras foi uma estranha surpresa. Para começar sentia-me um pouco apreensiva em relação a este livro e depois de começar a sua leitura tive o receio de que fosse mais um livro de YA que ia ser um grande bocejo. No entanto a sua leitura acabou por se fazer a um ritmo bastante rápido, quase sem notar que as páginas estavam a mudar e depressa cheguei ao fim com vontade de saber um pouco mais.A história em si corre em torno de um grupo de adolescentes sendo que um acha interessante mandar piadas aos seres esquisitos que os querem matar (inteligente o rapaz). Estas postinhas de pescada por ele mandadas seriam mais giras se ele não as fizesse a toda a hora.Depois temos também o momento déjà vú onde a passagem "Luke, I am your father" me veio imediatamente à cabeça quando a Clary descobre quem é o seu pai.No geral temos vários momentos de info dump em relação a nomes de seres do sobrenatural mas adorei o facto de a autora ter criado todo um mundo exótico que está lá para quem consegue ver para além da magia que o esconde mas para um mero mortal pode ser apenas um local abandonado.Aquilo que começa por uma busca pela sua mãe desaparecida acaba por se tornar na descoberta de um terrível segredo que ela guardava.Já tenho o próximo livro da série: Cidade das Cinzas e espero conseguir ler brevemente.

 

Sinopse: No Pandemonium, a discoteca da moda de Nova Iorque, Clary segue um rapaz muito giro de cabelo azul até que assiste à sua morte às mãos de três jovens cobertos de estranhas tatuagens. Desde essa noite, o seu destino une-se aos dos três Caçadores de Sombras e, sobretudo, ao de Jace, um rapaz com cara de anjo, mas com tendência a agir como um idiota…

Qua | 25.04.12

Pequenos contos, grandes instrumentos (parte 3)

Medo, tenham muito medo... mas hey, se estão aborrecidas e querem uma coisa pequena e de borla para ler...

 

The Dressing Room: conto sobre uma mulher que tem a sua primeira experiência com outra mulher... para as pessoas que comentaram isto no Goodreads, mas vocês achavam mesmo que isto ia ser bom? (Goodreads, kindle store)

Tag Team: estamos fechados numa sala e dentro de cinco minutos ou somos salvos ou morremos. O que vamos fazer, uma rapidinha é a melhor forma de morrer, caso não sejamos salvos. Goodreads people, onde é que isto vale 5 estrelas? (Goodreads, Kindle store)

Lucy gives it up for the boss: com um título destes e uma capa daquelas esperam um prémio nobel? A melhor parte do livro é mesmo a secção de comentários do goodreads onde as pessoas se queixam de quão mau é. Eu cá acho que é normal, nem esperava outra coisa. (Goodreads, Kindle store)

Qua | 25.04.12

Estas universidades são interessantes

Ena pá, na universidade experimenta-se de tudo e eu pelos vistos continuo a aprender. Ao ler estes textos posso ver que todas as estudantes universitárias usam o mesmo tipo de lingerie e vestem-se da mesma forma e anda tudo mais preocupado com sexo do que com os exames em si.Este livrinho contém cinco histórias que o autor publicou separadamente: My Sexy Roommate, My First Threesome, Three Plus Me, A Night Well SpentVegas Baby Vegas.Já esteve de graça na kindle store (não ia pagar por esta coisa), agora está um bocado caro tendo em conta a qualidade da coisa.Goodreads, Kindle Store 

Qua | 25.04.12

Viridis

Este primeiro livro da série Viridis foi também o primeiro livro de Steampunk que li (exceptuando um par de contos).A escrita da autora mostra um bom trabalho e leva a que o leitor facilmente entre dentro de uma Londres vitoriana onde as aparências são o que importa mais. As mulheres de corpete e saias longas deviam ser submissas aos homens que seriam o cérebro e sustento da casa. No entanto a nossa personagem principal, Phoebe Hughes limita-se a usar os corpetes, tudo o resto "goes to hell". Perita em usar várias ervas e plantas, cria uma bebida afrodisíaca que torna o ser humano tão sensível que é quase possível atingir o orgasmo com apenas um beijo.Como se não bastasse ser proprietária de um espaço nocturno a que deu o nome da sua bebida, Viridis, a senhorita Phoebe tem também uma relação pouco ortodoxa com Seth Elliott, uma mente brilhante que cria "engenhocas" muito importantes para a Causa.Este podia ser um simples romance ou agora era aquela altura em que eu dizia: "ena pá tem um lobisomem muito bom" mas não. Temos mortos mas não são zombies.Calista Taylor não aderiu à moda do fantástico, tendo optado por criar um policial que deixa o leitor viciado nas suas palavras para ficar espantado com um final inesperado.Temos personagens bem definidas e os seus passados são bem explicados ao longo da história sem ser usado um discurso óbvio e aborrecido. Phoebe é uma mulher forte e independente, que sabe o que quer e como lá chegar independentemente do que os outros pensam, o que quebra um pouco com a ideia de como a mulher se deveria comportar naquela época.Não creio que seja um livro para todos os gostos, mas na minha opinião é um bom policial, repleto de mistério e suspense.Uma coisa boa que ao mesmo tempo é má é que é um livro da kindle store que é gratuito, por isso é bom para quem tem kindle (ou a aplicação) e chato para quem tem alergia a estas novas tecnologias.

 

Goodreads, Kindle store

Qua | 25.04.12

Feira molhada, feira abençoada?

Não me parece. O tempo está uma porcaria para a feira do livro o que me leva a pedir aos senhores que organizam isto que MUDEM A PORRA DA DATA! Mesmo assim, esperançosa de que o tempo melhorasse à tarde lá voltei à feira apenas para apanhar banho e ver livros a ficar estragados por causa dos banhos que apanhavam.

Ao contrário de ontem (ver post aqui) em que comprei mesmo um livrinho, hoje a única coisa que trouxe para casa foi...

 

 

Não estou a brincar, estavam a oferecer isto. E porque o tempo estava a ficar mais frio acabei por me vir embora sem comprinhas. Talvez sábado consiga comprar algumas coisinhas.

A melhor parte da tarde foi o chocolate quente no City Bar em excelente companhia ^-^

 

Ter | 24.04.12

Feira do Livro de Lisboa - A Abertura

Não, não tenho fotos que a bateria do telemóvel já não dava (ohhhhhhh!) mas amanhã tiro.Linda e maravilhosa senti-me no paraíso, rodeada por muitos livros! (weeeee)  E muitas promoções, muitas lindas e maravilhosas e tive manter na minha cabeça que estava ali apenas para ver o terreno e que só amanhã é que vou gastar algum dinheiro. MAS a banca da Tinta da China estava ali e...

 

...agarrei-me a ele como se o mundo fosse acabar amanhã (o que ainda fez um senhor rir-se  à minha pala). Feliz e contente (tipo criança no Natal) recebi o saquinho e a bela notícia de que o Filipe Melo vai estar a autografar os livros no dia 1 (eu vou acampar lá).E assim é mais um livro riscado da minha lista de compras e pronto a leitura já foi feita (ninguém aguenta ter isto ao lado e não se poder ler).Amanhã vai ser mais um dia lindo e fofo e provavelmente mais dinheiro gasto mas pronto, também não vou comprar livros o resto do ano por isso posso dar uma volta ao orçamento.

Seg | 23.04.12

Banda Sonora #3

Put your Hearts Up - Ariana Grande

 

Lemme see you put your hearts up, yeah Lemme see you put your hearts up, yeah

If we give a little love, maybe we can change the world

You think you're so small
Like you're itty bitty.
Just one match in the lights of the city
Walking by strangers on the side of the street
Like a quarter in a cupp'll get 'em off on their feet, like
You think you're never gonna make your mark
Sit back and watch the world while it falls apart, like
Out of sight out of mind, like, like
It's just a waste of time,
Like, like, like

Hey Yeah Yeah Yeah
Hey Yeah Yeah
If We Give A Little Love
Maybe We Can Change The World
I Said
Hey Yeah Yeah Yeah
Hey Yeah Yeah
Sing it if you with me
All you boys and all you girls

Let me see you put your hearts up, yeah
Let me see you put your hearts up, yeah

If We Give A Little Love
Maybe We Can Change The World

Wishing on a shooting star in the sky
We can do anything if we try
Can't ressurect ghandi
Ressurect king but
If we put our heads together
We can do anything like
You don't have to be a billionare
You don't have to have
Much too show how much care
Like give a wink
Give a kiss
Like give a little happiness
Like like like

Hey Yeah Yeah Yeah
Hey Yeah Yeah
If We Give A Little Love
Maybe We Can Change The World
I Said
Hey Yeah Yeah Yeah
Hey Yeah Yeah
Sing it if you with me
All you boys and all you girls

Let me see you put your hearts up, yeah
Let me see you put your hearts up, yeah

If We Give A Little Love
Maybe We Can Change The World

Don't let em bring you down now, down now
Don't let em bring you down now, down now
And get up and just love now love now
And get up and just love now love now
Don't let em bring you down now, down now
Don't let em bring you down now, down now
And get up and just love now love now
And get up and just love now love now

Hey Yeah Yeah Yeah
Hey Yeah Yeah
If We Give A Little Love
Maybe We Can Change The World
I Said
Hey Yeah Yeah Yeah
Hey Yeah Yeah
Sing it if you with me
All you boys and all you girls

Let me see you put your hearts up, yeah
Let me see you put your hearts up, yeah

If We Give A Little Love
Maybe We Can Change The World

Let me see you put your hearts up, yeah
Let me see you put your hearts up, yeah

If We Give A Little Love
Maybe We Can Change The World

Hey Yeah Yeah Yeah

 


Pág. 1/3

Error running style: Style code didn't finish running in a timely fashion. Possible causes: