Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Folha em Branco

Folha em Branco

Qui | 31.03.11

Hush, hush

Título: Hush, hush

Autor: Becca Fitzpatrick

Editora: Simon Pulse

Páginas: 391

ISBN: 978-1-84738-696-0 

 

Nora Grey é a personagem principal do primeiro volume desta série de livros.Ela é uma jovem que sem querer se apaixona por um repetente, Patch que veio mais tarde a descobrir que não era humano.Ele consegue ver como ela é na realidade e os seus segredos mais bem guardados no canto mais escondido do seu coração.Depois de uma série de encontros  aterradores ela já não sabe em quem confiar e quando procura respostas percebe que talvez o seu colega de laboratório não seja tão normal quanto parece à primeira vista.De anjo caído a anjo da guarda, esta é a história de Hush, hush que tem seguimento com Crescendo.Eu devorei o livro em apenas dois dias e nem dei pelo folhear das páginas...

Dom | 27.03.11

Pagan and Christian in an Age of Anxiety

 Título: Pagan and Christian in an Age of Anxiety

Autor: E.R.Dodds

Páginas: 144

Publicação: Cambridge Press

ISBN: 0-521-38599-7

 

Este pequeno livro é baseado numa série  de quatro conferências realizados em Maio de 1963 e está dividido em quatro partes:I - Man and  the material worldII -  Man and the daemonic worldIII - Man and the  divine worldIV -  The dialogue of paganism with christianityA escrita adoptada por Dodds não é a mais apropriada para uma pessoa que queira ler este livro por lazer ou por aprender pois para compreender alguns conceitos é necessária uma bagagem que só tem quem estuda esta temática tem.Ainda assim é um conjunto de textos interessantes e com referências bibliográficas importantes para quem estuda a época antiga e os conflitos religiosos entre pagãos e cristãos.

Sex | 25.03.11

Orbias – O Demónio Branco

Título: Orbias – O Demónio Branco

Autor: Fábio Ventura

Páginas: 411

Publicação: Casa das Letras

ISBN: 978-972-46-1987-3

 

Sacrificarias a tua vida por um amor perdido e por um mundo que já não existe?

 

É com esta frase que começamos a ler o segundo volume de Orbias.Depois de um primeiro livro que nos mostra um novo jovem escritor ainda com muitas palavras escondidas, Fábio dá-nos a conhecer aqui uma escrita mais refinada e apurada. Todos os erros cometidos nos diálogos que lemos em As Guerreiras da Deusa, aqui simplesmente não são vistos. E assim vemos que o processo de aprendizagem aconteceu e ainda está a decorrer, pelo que fico curiosa com o que ele nos trará a seguir.Orbias fica-se por aqui e espero que ele não volte a este mundo pois seria um risco demasiado grande e creio que não há nada mais a explorar neste mundo paralelo.Neste volume, Noemi, a guerreira da omnisciência transporta-se de novo para procurar Sebastian. Mas para o fazer tinha de abandonar o seu corpo na terra, já que os mundos estavam separados com o sacrifício do seu eterno amor. A guerreira líder encontra no corpo quase morto de Mia um recipiente para a ajudar na sua tarefa.Riddel também volta e Sebastian é encontrado mas... ahh não vos vou desvendar até porque tem mais piada se forem vocês a ler.As guerreiras voltam a juntar-se para combater contra aquela que insiste em trazer o caos a Orbias.Brilhante, original, diferente, misterioso, viciante e parabéns são as palavras que deixo ao Fábio Ventura por nos trazer este seu livro que  me impediu de dormir decentemente enquanto não o acabasse de ler. Já não me lembrava da última vez que tinha lido um livro deste género em português e que me fascinasse tanto.Obviamente fico à espera de mais trabalhos desta jovem promessa.Orbias - O Demónio Branco é um livro a ler.

Seg | 21.03.11

Estar longe

Estar longe de mim

é estar longe de tudo

é estar numa ilha deserta

a que chamo paraíso

 

Estar longe de mim

é estar sozinha

triste e abandonada

num mar tempestuoso

a que chamo inferno

 

Estar longe é fugir

dos problemas da vida

é evitar o amor e a dor

é não viver o dia

é evitar a noite

é apenas ficar a respirar

 

Alexandra Rolo

Seg | 21.03.11

A Donzela de Diana Tavares #2

Hoje foi a vez do Rogério Ribeiro escrever sobre a Diana Tavares de quem já vos aqui falei na semana passada.

É um texto objectivo, crítico e sem papas na língua, o qual obviamente tive de comentar já que conheço algum trabalho desta jovem:

 

Ainda não li o livro pois estou à espera que a Diana no envie para depois fazer um pequeno comentário ao texto. No entanto já tive contacto com um outro manuscrito e creio que ela devia amadurecer mais, tirar tempo e reler o que escreve, mas fazê-lo com atenção para evitar erros tantos históricos, como mitológicos, filosóficos, isto além das graves falhas que ela tem a nível gramatical e de construção de frases.

Seria de esperar que já tivesse ganho alguma prática, mas como ela própria disse numa entrevista para um blog, os seus conhecidos gostam. Conhecidos poucas vezes são verdadeiros pois não querem magoar os sentimentos da amiga.

A Diana tem um longo caminho pela frente e muito para aprender já que tem uma visão pouco real do mundo que a rodeia. Tenho tirado alguns bocados de noites de trabalho para falar com ela sobre o seu trabalho, mas creio que é quase como falar com uma parede, o que se torna frustrante.

Resta esperar e ver o que mais nos irá trazer esta jovem que sonha vir a ser escritora, sim porque ela tem muitos outros projectos...  

 

Outro comentário que já lá foi deixado foi este:

A autora demonstra falta de maturidade chocante não só nos livros (num mês escreveu 360 páginas de pura tortura e nem se deu ao trabalho de rever) mas também nas entrevistas que dá. Devia começar por perceber que, quando as editoras lhe recusam os manuscritos, é porque não acham que tenha qualidade para ser publicado e não porque é uma conspiração contra ela e que em Portugal só se publica por cunhas ... 

 

Não será esta a última vez que irei escrever sobre a Diana, nem eu, nem ninguém que faça parte deste pequeno grande mundo...

Sab | 19.03.11

Alexandra e Leonor em excursão

Depois da Thank God it's over party no mês de Dezembro do ano passado, eu e a Leonor Ferrão voltámos a passar uma tarde juntas mas desta vez para filmar um mini spot para a EuEdito colocar no site deles, assim publicitamos os nossos projectos e fazemos publicidade à empresa é uma win win situation

Decidimos ir até ao Campo Pequeno comer uns cupcakes e foi aí, à primeira trinca que nos surgiu a brilhante ideia de ir cuscar a Bertrand e logo depois veio a outra brilhante ideia, dar trabalho a um dos funcionários...

 

- Boa tarde, estou à procura de um livro de Leonor Ferrão.

O senhor lá procurou e obviamente não encontrou nada.

- Qual é o título do livro?

- Porcelana.

- Não encontro, pode repetir por favor?

- Porcelana de Leonor Ferrão. - tudo isto dito muito devagarinho e entretanto a Leonor intervém

- Se calhar existe naquele site.... epá... a wook.

- É provável, por acaso não me lembrei de lá ir procurar.

- Sim, e depois pedimos-lhe um autógrafo, ela anda sempre em excursão com aquela outra que escreve, a Alexandra.

- Olha isso é que era giro, devem estar agora na feira do livro as duas.

- Peço desculpa mas não encontro.

- Ohh ok obrigada na mesma. Boa tarde.

-Boa tarde.

 

A Leonor passou o tempo todo escondida ao meu lado a tentar não se desmanchar às gargalhadas mas partimo-nos a rir assim que saímos da livraria, tal maneira que a minha amiguinha já chorava e nem ar tinha nos pulmões.

Não sabia que nós as duas andávamos em excursão a dar autógrafos mas enfim, todos os dias aprendemos qualquer coisa sobre nós xD

Continuo a achar que a Merry Cupcakes andou a fazer Space Cupcackes, mas foi giro e assim o senhor da Bertrand fez qualquer coisa de útil na sua tarde aborrecida.

Cuidado livrarias... nós andarmos aí em excursão e nunca se sabe qual será a próxima vítima *evil laugh*

Qui | 17.03.11

A Donzela de Diana Tavares

  Diana Tavares é uma jovem de 18 anos e autora de Donzela Sagrada - O Segredo de Thunderland. Já vai algum tempo que acompanho esta "colega" de tempos livres que tem uma paixão semelhante à de muitos outros, a escrita.

  Tenho lido as suas entrevistas online que me deixam espantada pois esperava um pouco mais de maturidade em alguns assuntos e abordagens ao seu próprio trabalho. A entrevista prestada à Morrighan está bem conseguida ao contrário do que aconteceu com a que foi feita para o blog Que a Estante nos Caia em Cima.

Na primeira o erro, que creio que a Diana cometeu, foi o ter dito: «os leitores que são meus conhecidos estão a adorar». Há que procurar outras opções, enviar excertos a outras pessoas para receber críticas que sejam imparciais.

  Finalmente e depois de muito resmungar com ela, a Diana criou o seu blog pessoal para começar a publicitar o seu livro algo que já deveria ter feito à meses em vez de se limitar à sua conta pessoal do facebook. O blog é o Os Mundos de Diana e conta já com dois posts sendo o primeiro todo escrito a CapsLock. Pelo memos chama a atenção... algo que me foi apontado por uma pessoa com quem debato estes assuntos foi a frase da Diana «Neste blog, poderão encontrar todas as novidades da minha carreira como escritora». Não será ainda prematuro falar em carreira?

Isto fez com que eu andasse um pouco por todo o lado a perguntar:

Quando ouvem falar de Diana Tavares ou de "Donzela Sagrada - o segredo de Thunderland" o que é que vos vem à cabeça? conhecem? já viram o livro? se o viram tiveram curiosidade/ vontade de ler?

As respostas foram um pouco semelhantes, sendo que a maioria das pessoas nunca tinha ouvido falar desta jovem e quando confrontados com a sinopse e capa do livro disseram que não se sentiam com vontade de ler. No entanto um dos que respondeu disse que a sinopse estava bem construída.

 

 

 

SINOPSE: 

Chegou a hora…

Hana Warren, uma rapariga do nosso mundo, festeja o seu 14º aniversário com a sua família. Depois do aparecimento da Aurora Boreal no céu, Hana é transportada para outro mundo, um mundo onde a mitologia é a realidade.

Neste mundo, Hana descobre que é a Horae Justiceira, uma guerreira dos deuses, destinada a combater as criaturas das trevas e a proteger ambos os mundos.

Juntamente com Prue Geller, a Horae Discípula, Hana inicia uma viagem pelo misterioso reino de Thunderland, procurando uma forma de cumprir o seu destino e voltar para o seu mundo.

Mas Thunderland tem um segredo sombrio que pode destruir todos os mundos…e que mudará a vida de Hana para sempre.

 

A única coisa que tenho a apontar a esta sinopse é o facto de o nome da personagem principal ser repetido quatro vezes, o que tendo em conta o tamanho do texto, é um pouco demasiado.
Em relação à capa várias pessoas apontaram o mesmo que eu, o fundo está bonito e relaciona-se com o que lemos na sinopse, mas as letras amarelas não ficam bem com as cores base apresentadas.

 

Agora deixo aqui os conselhos que já dei à Diana quando nos encontrámos e que dou a todos os que, como eu, optaram pela publicação de autor. É essencial fazer publicidade e dar a conhecer o nosso trabalho pela publicação de excertos. É também importante nunca desistir e ir sempre tentando melhorar a nossa aproximação tanto às editoras como ao público.

 

 

Ainda assim, e apesar de algumas reticências minhas irei ler este livro assim que me chegar à caixa do correio de casa e adianto que o segundo volume está já a ser revisto uma primeira vez por uma pessoa que vocês conhecem aqui do blog... guess who?

 

 

Ter | 15.03.11

Lover Enshrined

Título: Lover Enshrined

Autora: J. R. Ward

Páginas: 542

Publicação: Signet Eclipse

ISBN: 978-0-451-22272-5

 

Neste livro da série Black Dagger Brotherhood temos a história de Phury.O guerreiro com complexo de herói,  viciado em drogas e problemas com o seu irmão gémeo, vive agora o dilema que há-de marcar o resto da sua existência. Amor ou obrigação perante o seu povo?Desta vez temos mais do que o erotismo a que já estamos habituados, temos relações mais profundas e apaixonantes, o regresso de um guerreiro e também os problemas da homossexualidade.É de facto diferente dos outros que Ward nos trouxe, mais parado e com menos acção, mas também uma grande reviravolta na guerra... algo inesperado

Pág. 1/2

Error running style: Style code didn't finish running in a timely fashion. Possible causes: