Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Folha em Branco

Folha em Branco

Qua | 07.09.11

Pantapuff e uma nova religião

 Bom, ao contrário do que pensei (e postei no facebook), hoje não fomos transformados em sapos. Ora e de onde raio vem esta brilhante posta de pescada devem andar vocês a pensar (ou não - o que é bem mais provável).

Estou a fazer um curso de Verão na FCSH (fshhhhh como lhe chamo) sobre introdução à história das religiões (sim eu sei que sofro de graves problemas, não precisam de o salientar) e nesse curso existe uma pessoa especial... pessoa essa que me dá conta dos nervos. Eu sei que anda por aí muita gente que me irrita mas além da miss perguntas pertinentes (coisa da qual consegui fugir... graças à entidade superior que existe e sim isto é para os ateus virem para aí resmungar) este ser vivo do sexo feminino tem o dom de irritar toda a turma e arredores. Abre a boca e diz cinco palavras com sentido seguidas de um torrencial de informação inútil. Eu gosto de tatuagens mas não me interessa nada a razão pela qual ela fez as dela.

Interesso-me por religião (no shit Sherlock devem andar para aí alguns a dizer) em particular pela católica (idem) mas já estou a ficar farta do S. Agostinho. Chega, fale de outro...

Ela não nos transformou em sapos mas eu gostava de a transformar um camarão e dar de comer a um peixe qualquer. Certamente teria pena do peixe que iria morrer com uma qualquer intoxicação alimentar mas alguém tem de fazer o sacrifício por um bem comum, Jesus andou a pregar e foi pregado, o outro pregou aos peixes... pronto, agora teríamos um mártir peixe que seria a base da minha religião cuja idea base é: faz o que quiseres e morre longe de mim (simpático hein?).

E a melhor parte desta religião é que se adapta às necessidades de cada um sem haver obrigação de ir à missa, pagar uma percentagem do ordenado, rezar a santos, acreditar em ET's ou o quer que não faça sentido para vocês. Existe apenas uma regra: acreditar que é possível... alguma coisa, nem que seja sair a lotaria ou o euromilhões, acreditar que a maçã caiu na cabeça do outro doido da gravidade e que a terra gira à volta do sol, qualquer coisa.

Se quiserem podem também praticar uma religião mais espirituosa, à base de ervas, para obter resultados transcendentes, mas pessoalmente recomendo que tais práticas sejam realizadas em casa como os primeiros cirstãos faziam...

Ora bem, voltando a algo mais sério... vão mas é dormir e ganhem juízo ou então façam qualquer coisa de útil das vossas vidas que eu vou arrumar a casa que chega de textos velhos por hoje.

 

 

P.S.: Isto é o que acontece quando a vossa noção de férias é ter aulas no Verão e passar horas a fio a ler canons e cartas de gente que já está tão morta que nem ossos tem xD

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.