Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Under_the_Dome_intertitle.jpg

Under the Dome

Não li o livro mas isto andava a boiar na Netflix e decidi dar uma oportunidade à coisa.

Long story short, cai uma redoma de vidro sobre uma cidade perdida no Maine e ninguém percebe porquê... A história está cheia de momentos wtf!? e é capaz de deixar uma pessoa curiosa antes de passar ao modo "nonsense". Não é das melhores coisas do planeta, no entanto é uma forma porreira de passar o tempo.

 

3porcentonetflix.jpg

3%

Vi esta por curiosidade... Este thriller passa-se numa sociedade que se divide entre o progresso e a extrema pobreza, uma sociedade em que apenas 3% tem direito a viver uma boa vida, mas para tal deve passar por um processo de selecção.

A série tem apenas 9 episódios e é preciso alguma disposição para os ver, caso contrário pode parecer aborrecido. No entanto a curiosidade sobre o final levou a melhor...

 

santa-clarita-diet.jpg

Santa Clarita Diet

Epá, aquilo que prometia ser uma série hilariante depressa se tornou demasiado idiota (até para os meus padrões) e rapidamente perdi o pouco interesse que tinha e a vontade de ver mais varia entre o pouca e o nenhuma... É claramente um mau aproveitamento de um elenco que nem é assim tão mau e que podia ser bem mais divertido...

 

Zoo-header.jpg

Zoo

Depois de ver dois ou três posts no facebook e por estar sem vontade de ver o quer que fosse... vi Zoo. Obviamente que a vontade de ver um coelhinho branco a matar alguém ajudou à coisa mas infelizmente não vi nenhum.

Começa o apocalipse com a revolta dos animais que mudam os seus padrões e dieta para exterminar a raça humana (com a ajuda dos humanos que pouco gostam da sua raça...).

Estou a aguardar a nova temporada na Netflix e a curiosidade é muita... acho que demorei 3 dias a ver tudo o que não é muito tendo em conta a duração de cada episódio... Se querem imaginar malta que conhecem a ser morto por formigas esta série é a ideal :D

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:30

The walking dead (Season 6)

por Pantapuff, em 28.08.16

Father-Gabriel-Looks-Worried-in-The-Walking-Dead-S

Se há série que vejo para encher chouriços é The Walking Dead a série que está mais morta que os zombies que aparecem como figurantes... Já parei de ler os comics porque achava a coisa aborrecida, agora a série consegue estar ainda pior.

Pus esta série para ter "barulho" enquanto bordava e sinceramente foi a melhor ideia de sempre porque caso contrário não iria conseguir suportar os episódios e só me faltava ver metade da temporada.

Finalmente aconteceram algumas coisas que queria ver mas ainda assim acho tudo demasiado soft e fofinho... oh well... não sei se vamos ter mais uma mas provavelmente só a vou ver quando não tiver mais nada :p

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:30

Dead Set

por Pantapuff, em 27.04.15

Screenshot_10.png

Tinha esta mini série para ver mas estava constantemente a ser adiada. Em apenas cinco episódios assistimos ao início de um apocalipse zombie durante uma gala do Big Brother. Os concorrentes, dentro da casa, não tinham qualquer noção do que estava a acontecer até que um membro da produção entra na casa repleto de sangue.

A série em si não é nada de especial mas ganha pelo facto de ser curta e não esticar eternamente uma história e o final é simplesmente brutal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:00

Séries: The Walking Dead

por Pantapuff, em 22.10.14

Screenshot_5.png

The Walking Dead regressou às televisões dos que acompanham a série. Este novo episódio retoma no ponto em que havíamos deixado o grupo de Rick e restantes sobreviventes que se espalharam após a fuga da prisão.

Continua a ser uma boa série, no entanto a Banda Desenhada continua a ser mil vezes melhor. As personagens são básicas e pouco desenvolvidas, à excepção de Rick e do filho, tudo o resto é paisagem, o que é pena pois têm muito para dar.

Nos restantes episódios deveremos ter o grupo a reunir-se e a sentir-se altamente feliz e contente por voltar a estar quase todo junto. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:39

Dearly Departed
Gone with the respiration #1
Lia Habel
 

Bolas que este demorou... mais de um mês até que finalmente o conseguisse ler e mesmo assim foi só graças às horas passadas na Segurança Social (o local ideal para lera metro). O tempo tem sido estupidamente curto para ler e quando finalmente tenho algum tempo o cérebro recusa-se a processar o quer que seja por isso.

Dearly Departed passa-se num futuro em que temos uma nova organização social devido ao colapso da civilização. Assim surgem os New Victorians, os que acreditavam que o apogeu da sociedade fora na época victoriana e tenta assim imitar os seus hábitos.
Tudo corre bem, tirando umas lutas entre os Vics e os Punks até que Nora perde o seu pai e se vê raptada por um exército algo estranho... e morto. 

Foi um livro que me surpreendeu pela positiva. Pensei que fosse uma espécie de Twillight com zombies (tipo Warm Bodies) mas não podia estar mais enganada. A história que Lia Habel nos apresenta não é de todo entediante, enjoativa ou o centro de tudo. O romance entre Nora e Bram tem importância mas é apenas uma parte do que temos aqui.
Uma história cheia de enganos, humor, mortos que andam e moças desenrascadas que matam zombies com as sombrinhas (tenho mesmo de comprar uma coisa dessas) e que se lê num instantinho sem dar pelas páginas a passar...
Finalmente leio também uma história em que os zombies fazem algum sentido, algo que a meu ver é um ponto positivo e que me ajudou a paixonar pela ideia que a autora trabalhou. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:19



Alexandra Rolo | Pantapuff

Capturar.PNG


Nascida em 1989, em Lisboa e com uma infância marcada por demasiados filmes de ficção científica é formada em História Moderna e Contemporânea (ISCTE-IUL), História Religiosa (FLUL) e Gestão Cultural (ISCTE-IUL). Conhecida online enquanto Pantapuff, é blogger desde 2005 e tem colaborado em diversos projectos online, normalmente ligados às áreas da literatura (fantástica e FC) e da internet. Hoje faz do online a sua vida, trabalhando como gestora de redes sociais. Youtuber, bookworm, cosplayer, nerd, Potterhead e Whovian assumida é normalmente vista de phones, telemóvel, iPad e Kindle. O seu maior medo é ficar sem bateria ou perder o acesso à internet.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.