Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Adeus

por Pantapuff, em 26.12.15

n-NAKED-COUPLE-IN-BED-BY-CLOTHES-ON-FLOOR-large570

 

Acordou com um sorriso nos lábios e o olhar brilhante. Ia estar com quem tinha o seu coração. As saudades apertavam e na cadeira estava a roupa escolhida para usar naquela noite. Um jantar romântico prometido e há muito esperado.

As horas pareciam não passar até ao momento em que faltava apenas uma... Tomou um duche, arranjou o cabelo e maquilhou-se. Quando se olhou ao espelho estava pronta. Toca o telemóvel. Hora de sair.

Caiu a noite e caiu o vestido justo, lentamente despiu a lingerie de que ele gostava. A roupa ficou espalhada pelo chão do quarto escuro e a maquilhagem borrada das lágrimas que teimavam em cair dos seus olhos. Abriu a prenda de Natal que tinha preparada e deitou-a para o lixo. Pegou na roupa e deitou-a fora. Limpou a cara e prendeu o cabelo com um elástico.

Um pijama tapou o seu corpo e deitou-se no conforto da sua cama. Pegou no telemóvel, enviou um adeus e deixou-se dormir a sonhar com o que um dia acreditou ser possível.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:29

O Beijo - um pequeno conto

por Pantapuff, em 18.12.14

Screenshot_2.pngEstá pronto. Chega de revisões e de alterações. Cada vez que leio mudo alguma coisa. Agora fica do vosso lado as postas de pescada. 

É público que gosto de escrever mas nunca tive tempo para rever e pôr tudo bonitinho. Sempre disse que depois de terminar o curso o faria e aqui está um de vários contos que tinha na lista de espera para atirar a este mundo cruel...

O Beijo faz parte de uma pequena série de contos em que tenho trabalhado como parte de uma série intitulada Lisboa Secreta. A ideia original era escrever um livro mas eu não sou fã de contar grandes histórias por isso acabei por dividir em contos que se podem ler independentemente. 

Podem encontrar este conto no smashwords (clicar aqui). Para quem gosta de marcar as leituras no goodreads também o pode fazer clicando aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:01

Do outro lado do espelho

por Pantapuff, em 02.07.14

Pegar no telemóvel e nada. O silêncio ensurdecedor que permitia ouvir, não a tristeza mas a raiva crescente de dia após dia à espera pelo que insistia em se fazer adiar. 

A dormência chega e toma conta, a calma e a paz juntam-se numa mistura de dias que passam até que chega o nada.

Do outro lado do espelho olha alguém e sorri. Pego nos pincéis e pinto a mesma figura numa tela pálida e nua. Desenho-lhe a roupa e coloco um sorriso. 

O telemóvel toca para dizer que sim. O sim que se sabe ser um silêncio que se confirma pouco depois.

Esquecimento seguido de um olhar sobre a nova tela que se apresenta horas depois e aproxima-se para ser rejeitado. 

Olhou-se ao espelho e sentiu-se ser quem é. Jamais esperar, jamais adiar. Tinha sido a última vez. Ele questiona-se quando ela vira costas sem sentir tristeza pelo que deixa para trás.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:28

Palavras ao vento

por Pantapuff, em 11.05.14

Silêncio vazio e palavras deitadas ao vento,

o calor que não chega de um abraço inexistente e o vazio que ocupa o pensamento.

Uma alma que procura um sonho de menina perdida entre gritos e o frio de dois seres.

Promessas e juras quebradas por um copo e o líquido derramado.

Outro alguém e outro copo e a menina a assistir sentada num sofá só para ela.

Tudo escuro e ela a ouvir, mais gritos, mais líquidos, mais alguém que se esconde à vista de todos.

Levanta-se e foge e esconde-se num mundo só dela.

Silêncio, paz e ela escondida, protegida do que lhe fora negado.

Levanta-se e sai, deixa-se ver, sorri e dá a mão... ouve palavras deitadas ao vento...

senta-se a recordar o abraço inexistente e o vazio. Uma alma perdida num mar real que a deixa à deriva.

Volta a ser a menina sentada num sofá a ouvir o silêncio.

Aquele seu cantinho que será só seu, com memórias que não viveu a aquecer o pequeno e frágil coração...

Os olhos fecham-se e respira fundo deixando-se levar pelo embalar do vento que sussurra doces sonhos que a deixam viver uma verdade só sua, um amor só seu...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:07

Doce proibido

por Pantapuff, em 20.03.13

A luz procura a pele alva desnuda,
beija o que os lençóis não cobrem
e as rendas revelam.

 

Um toque e suspira,
um beijo e deixa-se levar
por sons eróticos que ecoam
na noite calma de um num mundo
a ser descoberto.

 

Forma-se um arco procurando mais
afasta-se revelando um segredo
escondido por entre rendas vermelhas.

 

Entra sentindo o calor oculto
e continua incansável
na sua busca pelo doce proibido
que no fim tomou como seu.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:29




Alexandra Rolo | Pantapuff

Capturar.PNG


Nascida em 1989, em Lisboa e com uma infância marcada por demasiados filmes de ficção científica é formada em História Moderna e Contemporânea (ISCTE-IUL), História Religiosa (FLUL) e Gestão Cultural (ISCTE-IUL). Conhecida online enquanto Pantapuff, é blogger desde 2005 e tem colaborado em diversos projectos online, normalmente ligados às áreas da literatura (fantástica e FC) e da internet. Hoje faz do online a sua vida, trabalhando como gestora de redes sociais. Youtuber, bookworm, cosplayer, nerd, Potterhead e Whovian assumida é normalmente vista de phones, telemóvel, iPad e Kindle. O seu maior medo é ficar sem bateria ou perder o acesso à internet.




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.