Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Chorar nas redes sociais

por Pantapuff, em 27.01.15

Estava eu a trabalhar quando olho para o outro monitor e vejo:

Untitled-1.png

Obviamente e identidade do autor de tal maravilhoso lamento está oculta porque sou uma fofurinha.

Aqui vemos a mania que a malta tem de chamar de amigos a todos os que tem adicionados no facebook. São contactos! Eu não considero todos meus amigos (sou esquisita com quem coloco nessa lista).

Realmente 30 cliques em 700 amigos é chato... mas cliques? Não é likes? E eu só tinha visto 18 likes será que alguém fez unlike entretanto? (Sei que entretanto o número de likes cresceu que foi uma coisa parva).

Agora vamos à parte gira... Quer usar a conta pessoal para "apregoar" coisas? Talvez o melhor seja abrir uma página, juntar umas campanhas e poof assim tem mais gente a fazer likes, a ler, comentar e essas coisas todas.

Lamento informar esta pessoa que o seu CV pessoal não me impressiona e que prefiro seguir mais atentamente historiadores que produzem material. Depois é como tudo na vida... também o Facebook filtra os utilizadores que acha que são menos relevantes e dão-lhes menos destaque nos feeds.

Agora andar a chorar na conta pessoal que ninguém lhe liga ponta de corno quando metade dos posts são enormes... é de rir. É triste, na verdade, mas dá vontade de rir.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:39

Meu doce, tu que dizes que não sou lenta chamas-me nomes doces como burra ou parva. Tu que me vais dar uma casa para me mudar para longe de gente idiota, vens comigo ensinar-me história. História... essa matéria que desconheço por completo já que é coisa que não me assiste.

Tu meu querido que dizes que não respeito a história do nosso país pois então explica-me em que distrito nasceu o cristianismo que está tão presente na nossa sociedade.

Anómino querido se vires estiveres sozinho numa serra com ovelhas também vais pastar com elas? É que pela tua lógica maravilhosa temos de respeitar os costumes dos outros e como a maioria dos seres nessa serra são ovelhas...

Duvidas do meu canudo? Só tenho carta de curso, mas se queres ver o diploma... Oh meu doce dá-me o dinheirinho que vou já encomendar outro assim bonitinho e com letras fofinhas. Faço tudo isto só por ti.

 

Agora vem lá comentar meu querido, mas deixa-me o teu nome não sejas tímido que eu não mordo. Só que assim poderei dirigir melhor os meus beijinhos amorosos.

 

P.S.: já pensaste em ir arranjar uma vidinha? Era tão fixeeeeeeeee

Não aprovo o comentário por uma razão... se não tens coragem para dar o nome pelos insultos, não deves ser publicado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:24

Balanço 2011 um ano de posts

por Pantapuff, em 29.12.11

E mais um ano que está a acabar, passou depressa. 

Antes de começar a passar em revista os melhores momentos do ano apresento-vos a mini me, ou seja, a Pantapuff. Finalmente fiz uma boneca para dar a cara naqueles momentos mais awkward. Outras vão aparecer durante o ano que vem e para quê? Ora... apetece-me.

Comecei o ano logo a falar mal de escritores sendo o alvo João Piedade, de seguida veio o nascimento da pobre Lyonce Viktória, um conto para o pessoal da Fendamel e problemas religiosos.

Em fevereiro os fritanços pioraram, eu armei-me em Nossa Senhora e falei de putas. Em Março continuei a falar mal de autores, andei em excursão e voltei a falar mal de autores (ok ok era a mesma autora mas não interessa). Pregou-se a peta do costume e até se falou de role play nos dias de hoje, voltei a falar mal de um livro (e agora vejo que falei imenso desta pessoa) e armei-me em comentadora do mundo vip e falou-se do casório real.

João Paulo II tornou-se santo, admiti que sou uma preguiçosa de primeira, comprei um portátil novo, a minha mochila faleceu, o Angélico também morreu e o nick Pantapuff celebrou o sexto ano de vida com um blog.

A Google lançou a sua rede social Google + porque aquilo que nos faltava era mesmo mais uma coisa destas, a EuEdito lançou uma pequena revista em Julho e nunca mais se viu outro número, saiu nos cinemas o último filme da saga Harry Potter e a Nanozine andava a recolher mais fãs por esse universo fora.

Este ano consegui finalmente convencer os meus pais a mandar a PT à fava e as festas do povo regressaram a Campo Maior. Mostrei ao mundo o que é ser saloio e criei uma nova religião durante o curso de Verão, os smurfs da minha infância chegaram ao cinema e comecei a sentir-me velha. O mundo chorou a morte de Steve Jobs, decidi abraçar o século XXI e poupar uns trocos comprando um kindle e foi a melhor coisinha que comprei, abri o meu coração (ou não) e falei de amor e fui ai lançamento de mais um romance de José Rodrigues dos Santos. Comecei a preparar-me para o NaNoWrimo (cuidado são muitos posts aqui), a coisa descambou para o sexo e depois fui ao fórum fantástico, o meu smartphone morreu e veio outro e tivémos mais vampiros brilhantes no cinema.

Num belo dia decidi gozar com a Ana Malhoa porque ela não é mais que os outros, desarrumei a Católica, pela primeira vez embirrei com um blog, mas veio uma série verdadeiramente brutal para me distrair (American Horror Story) que acabou por trazer ao mundo a minha filha

Tomei a decisão de fazer férias por um par de semanas e o pessoal do sapo pôs o estaminé em destaque. Soube que tivémos uma 3ª Guerra Mundial e pouco depois fui visitar a loja da Pipoca Mais Doce. O mês de Dezembro é já sinónimo de Jesus suicídas e voltei a gozar com um escritor.

 

Porra que escrevi imenso este ano. A nível de visitas começámos com o costume, uma média de 500/600 por mês mas alguma coisa se passou porque em Agosto passámos as 900 e nunca mais descemos das 1000. Já este mês passámos as 2500 e continua a contar por isso tenho de perguntar: o que raio andam vocês a fumar!?

 

Aproveito para dizer que também já fiz o balanço das leituras deste ano e podem ver aqui.

 

Agora resoluções para 2012... vamos lá ver... Em primeiro lugar está acabar a tese de mestrado e arranjar uma bolsa para doutoramento caso contrário a coisa vai ser complicada de se fazer. Escrever muito e quem sabe um milagre acontecer e uma editora se sinta interessada.

A nível de desporto vou começar, finalmente, a fazer caminhadas. É verdade, vou levantar-me da cadeira, largar o trabalho por uma ou duas horas por dia e ir andar. Estou, obviamente, a excluir fins-de-semana porque esses é raro passar em casa. Mas mesmo assim vão ser caminhadas 5 dias por semana, nem que seja depois de jantar, mas eu vou.

 

Bom... já só me resta desejar-vos um feliz 2012 e que continuem a ler os devaneios que por aqui vou escrever.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:44

Gerês 3

por Pantapuff, em 07.08.09
E amanhã já é dia de voltar a casa, as malas estão quase feitas e já só falta arrumar o portátil e mais meia dúzia de peças de roupa.
Como já devem ter reparado o número de posts reduziu bastante agora durante estes últimos dias... é que com as férias as coisas ficaram mais calmas e não há muito a dizer...
Agora não sei como será o resto do Verão, mas não vai ser tão bom quanto esta última semana passada aqui no Gerês...
Até breve

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:22

Comentário ao post anterior

por Pantapuff, em 28.04.09
Recebi o seguinte e-mail da minha colega D.:

Como n consegui enviar um comentario ao post dos erros, mando te por mail.
Tentei publica-la mas pediam muitas coisas...

"Esta malta que vem do secundário, pá! Só fazem asneira.
Mas eu compreendo, sendo esse o dia seguinte à apresentação do trabalho sobre o plano marshall, em que tinhamos de caçar erros na net.
Ficamos tão empolgados que começamos a sentirmo-nos como uns verdadeiros Indiana Jones em busca dos "pontapés na gramática", do "á" em vez do "à", ou de "pequenas falhas ao imprimir os textos..."
Foi um dia giro. Já não me ria assim à muito tempo. Tanto que ia cuspindo a sopa ao almoço...

Mas que se fique desde já a saber que só se fazem estas coisas nos intervalos das aulas. Assim que o professor entra na sala de aula acaba a parvoeira e somos uns santinhos.

Colega D.


Obrigada pelo mail, colega ;)


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:35



Alexandra Rolo | Pantapuff

Capturar.PNG


Nascida em 1989, em Lisboa e com uma infância marcada por demasiados filmes de ficção científica é formada em História Moderna e Contemporânea (ISCTE-IUL), História Religiosa (FLUL) e Gestão Cultural (ISCTE-IUL). Conhecida online enquanto Pantapuff, é blogger desde 2005 e tem colaborado em diversos projectos online, normalmente ligados às áreas da literatura (fantástica e FC) e da internet. Hoje faz do online a sua vida, trabalhando como gestora de redes sociais. Youtuber, bookworm, cosplayer, nerd, Potterhead e Whovian assumida é normalmente vista de phones, telemóvel, iPad e Kindle. O seu maior medo é ficar sem bateria ou perder o acesso à internet.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.