Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Da sala para o escritório

por Pantapuff, em 15.11.17

Eu sei eu sei manter a casa actualizada e tal e coiso mas a semana que passou foi uma aventura de proporções épicas que rivalizam com a Odisseia.

Sei que alguns acham que eu nao faço nada da vida até porque passo o dia online no facebook e ocasionalmente vou "passear" e farto-me de ir a concertos. Outros acham que faço alguma coisa da vida mas não percebem bem o quê... ora bem... trabalho em comunicação digital e nos últimos (quase) quatro anos da minha vida fiz isso mesmo a partir da minha sala.

Estipulei para mim mesma um horário (pelo menos o de início que o de fim era mais... "móvel") e todas as manhãs, de pijama, telemóvel e uma caneca na mão lá ia da cama para a secretária da sala, ligava o portátil e começava o meu dia assim...

VAMOS PARA UM ESCRITÓRIO!

O que é normal para muitas pessoas era para mim um conceito alien. Já trabalhei fora de casa. Sim aquela coisa de acordar todas as manhãs, meter o almoço numa caixinha e enfrentar o trânsito para chegar a Lisboa... been there, done that. Mas nunca foi trabalho de estar o dia sentada em frente ao pc... e honestamente, ao fim de quatro anos de fazer as coisas em casa, subitamente mudar a rotina foi... estranho.

Para começar creio que as minhas pernas acharam que o mundo estava a acabar. Isto de andar 15 minutos a pé todas as manhãs não é normal :p

Voltei a ler... "Mas tu lias imenso" dizem vocês. Ora claro que sim, mas quem,e acompanha sabe que nos últimos dois anos passei de 100 livros ao ano para 10 ou algo parecido. Lia nos transportes e antes de dormir mas depressa perdi esse hábito e que o aumento de coisas no cosplay não ajudou mas ainda assim a minha grande fonte de leitura (autocarro) morreu, mas ressuscitou agora e já terminei um livro (loucuraaaa). Chegar a casa e não ligar o computador é outra coisa estranha. A rotina passou a ser duche, lavar a caixinha do almoço, jantar, fazer almoço, lavar loiça e morrer. Ok no meio disto brinco com o Usagi.

Tornou-se esgotante até porque eu tenho um grave problema: andar de carro dá-me sono. 

Enfim... Toda esta rotina está agora a tornar-se hábito para mim, mas o corpo ainda se está a habituar mas vai ao sítio com mais uns dias :)

Entretanto o dia tornou-se mais organizado e o trabalho fora de horas ficou um pouco mais reduzido (yay). 

E pronto esta é a grande razão pela qual o estaminé não tem sido actualizado durante os últimos dias... Aliás neste momento estou a escrever no iPad que a preguiça de ligar o pc é demasiado grande xD

Já agora tenho uma pergunta para a malta entendida na coisa... Quantas vezes devo regar um cacto?

image.jpeg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:49

As resoluções de ano novo...

por Pantapuff, em 05.01.17

...vão por água abaixo!

 

Sejamos realistas malta. Andamos todos a pensar nos desejos que queremos realizar. Andar a pé, fazer dieta, ir ao ginásio, começar um novo projecto e depois no final do ano vem a típica frase "vai ser no ano que vem".

A maior parte manda o ginásio à fava ao fim de dois meses e fica no sofá a comer chocolates e pipocas durante uma maratona da sua série favorita.

Escolham uma coisa, uma apenas e não o mundo. Algo que queiram mesmo fazer e não só porque os outros também fazem. Acima de tudo algo realista que isto de ir à Lua ainda não é a coisa mais prática do planeta.

 

Eu cá não fiz nenhuma resolução em particular. Quero continuar a fazer o que já faço e cada vez melhor, ter vida pessoal e ser feliz.

New-Year-Goals.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:37

"Tens uma boa vida"

por Pantapuff, em 19.12.16

"Tens uma boa vida"

"Tens um bom trabalho"

 

Quantas vezes ouvi já esta frase vinda de amigos ou familiares. A verdade é que não tenho uma vida santa. Não ando a apregoar aos 7 ventos os meus problemas pessoais ou de trabalho... a internet não tem nada a ver com a minha vida pessoal. Desabafo com quem tenho de o fazer e não com estranhos.

 

"Ricas vidas!"

 

Quem me conhece sabe, mas são muitos os que me conhecem apenas do blog, do twitter, youtube... Tenho o meu emprego e aos poucos lá me vou orientando e já penso em arranjar a minha barraquinha... planos a longo prazo que a vida não está para loucuras. Sou solteira, não tenho filhos, vivo com os meus pais, trabalho a tempo inteiro. Já tive empregos daqueles em que se fazia pouco e ganhava bem, tal como já lavei sanitas, chão, loiça, traduzi conversas de bêbados para bêbados... servi às mesas e tirei cafés... 

Estive "desempregada" durante quase um ano por opção própria. O contracto tinha terminado e queria dedicar-me à investigação para a dissertação e mesmo assim ia enviando cv's na esperança de arranjar algo porreirinho. Podia dar-me a esse luxo pois tinha juntado bastante dinheiro. Quando já tinha isso orientado dediquei-me a 100% à procura de um novo emprego. Não havia nada. Bora servir cafés. Trabalhar não é desprezo e o que interessa é pagar as contas de forma honesta.

Cheguei a trabalhar numa tasca, numaespécie de bar e aos fins-de-semana era promotora no Continente. Folgas? Férias? Hahahahaha piada gira. Com jeitinho por fora ainda fazia umas coisitas em social media.

Durante algum tempo a vida foi assim instável. Tudo o que ganhava era para pagar o passe, telemóvel, propinas, material para a faculdade. O que sobrava dava para beber café e ocasionalmente jantar fora ou ir ao cinema. Comprar roupa nova, passear era um sonho... tinha de me ficar pelas prendas de anos e natal e as férias com os pais.

 

Agora vou ao Porto um par de vezes ao ano, como fora, vou ao cinema, faço cosplay, passeio e dizem que tenho uma boa vida... No entanto essas pessoas nunca questionaram o que penei para aqui chegar e quantos anos sacrifiquei porque os meus pais não me podiam dar uma mesada enorme ou o que eu ganhava (quando comecei a trabalhar) não dava para grandes luxos até porque durante uns bons anos a vida era demasiado instável para pensar em gastar em coisas que não fossem essenciais.

 

Uma "boa vida" não cai do céu, temos de trabalhar muito para tentar ter uma. Quando se queixam da vossa e cobiçam a dos outros pensem no que podiam fazer em vez de esperar que as coisas caiam do céu.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:25

Falar com estranhos

por Pantapuff, em 24.10.16

russia_america_aph_chibis_by_blakegreene.png

Sou a pessoa mais despistada de sempre. Tenho uma péssima memória para caras e nomes (já para não falar de sentido de orientação)... agora juntem isso a cosplayers e malta que se conhece nas redes sociais...

Ir a eventos é estar rodeado de pessoas que não conhecemos mas o problema é quando nos conhecem a nós. Não é uma ou duas vezes que me abordam a dizer "Olá, tudo bem? Que tens feito?". Automaticamente o meu cérebro começa, em vão, a tentar identificar a pessoa que se encontra à minha frente... entretanto vou falando porque sou uma moça educada. Claro que muitas vezes acabo a perguntar a quem está comigo quem era a pessoa ao que normalmente me respondem "sei lá, tu é que conheces gente em todo o lado".

É sempre uma sensação estranha ser abordada por vocês que me conhecem da net ou dos eventos ou de alguma palestra em particular. Não levem a mal se fico com cara de parva a olhar para vocês mas sou mesmo despistada, sempre fui assim e não parece que vá melhorar com a idade... sou capaz de demorar uns meses a memorizar as vossas caras e nomes e não vos trocar com 5 outras pessoas...

A verdade é que sinto um pouco de vergonha de perguntar "Quem és?" por isso se me virem com ar de ovelhinha perdida não se admirem... sou eu a fazer contas de cabeça :p

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 22:31

Estou viva!

por Pantapuff, em 02.10.16

ESTOU VIVA!!!

As últimas semanas foram complicadas... jasus! Entre ter de viajar em trabalho a tentar terminar tudo o que era bordado e depois preparar tudo para deixar a tralha organizadinha para as férias... uff tem sido cair à cama e entrar em coma na manhã seguinte para mais um longo dia. Mas agora isso é história. Agora estou de volta. Rota, cansada, com muita coisa para fazer, escrever, coser, arrumar, ... Estou quase de férias. Faltam algumas horas para colocar a resposta automática no mail e dizer SAYONARA! Vai ser só uma semana mas vai ser o paraíso. Telemóvel desligado, net nos mínimos e computador desligado durante todo o santo dia salvo para jogar um bocadito e mesmo assim... paz! Paz minha gente! :D

Estou cansada e estes dias de relax vão ser o paraíso na terra ^_^ Vou poder aproveitar para terminar (ou tentar) o meu cosplay para o Iberanime já no próximo fim-de-semana, fazer as malinhas com calma e preparar tudo para ir até ao Porto com amigos, rever amigos, divertir-me e conhecer gente nova ^_^ VAI SER TÃO FIXEEEEEEEEE

Ando com os neurónios completamente queimados e tem sido correr quase até ao último segundo... Mas as férias estão quase aí e vou aproveitar para descansar o máximo possível ^_^

Prontos para uma chuva de posts? Sim porque vou tirar aqui um par de horinhas para pôr em ordem aquela lista enorme que vos mostrei no outro dia...

urcw7.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 11:10



Alexandra Rolo | Pantapuff

Capturar.PNG


Nascida em 1989, em Lisboa e com uma infância marcada por demasiados filmes de ficção científica é formada em História Moderna e Contemporânea (ISCTE-IUL), História Religiosa (FLUL) e Gestão Cultural (ISCTE-IUL). Conhecida online enquanto Pantapuff, é blogger desde 2005 e tem colaborado em diversos projectos online, normalmente ligados às áreas da literatura (fantástica e FC) e da internet. Hoje faz do online a sua vida, trabalhando como gestora de redes sociais. Youtuber, bookworm, cosplayer, nerd, Potterhead e Whovian assumida é normalmente vista de phones, telemóvel, iPad e Kindle. O seu maior medo é ficar sem bateria ou perder o acesso à internet.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.