Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Habemus mais santos

por Pantapuff, em 27.04.14

Nunca percebi a cena de santificar pessoas, sempre suspeitei que o objectivo da Igreja fosse ter tantos santinhos que existisse um, por cada ser humano vivo, para fazer par com os anjinhos e assim formar uma dupla tipo Man In Black.

Hoje, no Vaticano, assistiu-se à santificação dos falecidos João Paulo II e Jão XXIII. Se fizeram milagres ou não, não sei. Há quem acredite que sim e por mim cada um acredita no que quiser desde que lhe dê conforto, esperança, alegria,... Agora nunca percebi mesmo a lógica de tantos santinhos quando supostamente são apenas manifestações do poder de Deus, ou algo assim. Confesso que eu e a teologia nunca nos demos bem e sempre procurei o lado mais racional das coisas mas pronto... há mais dois para vender figurinhas, postais, livros, marcadores de livros, terços, calendários, pósters, ...

Não conheço "a obra" de João XXIII, mas João Paulo II foi um homem interessante. Fez um bom trabalho no Vaticano e conseguiu reunir muitos jovens. Era um homem sábio e muito "à frente". Acredito que nunca iremos ver outro assim, ainda que o actual Papa seja também um pouco peculiar, mas não é igual nem sequer parecido.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:00

Resumo da semana

por Pantapuff, em 18.01.14

A semana tem sido um bocado a correr (já é sábado!) com muita coisa para fazer e por isso tenho andado um bocado off mas, aqui estou eu pronta para fazer um resumo.
O país está sem dinheiro mas vai gastar uns bons trocos num referendo. Deixem a malta adoptar os putos pá!
Uma freira tem um bebé mas não sabia que estava grávida e pensava que tinha dores de estômago...

Morreram pessoas, nasceram outras, as filas dos hospitais continuam a aumentar porque a malta adora ir às urgências com gripe (centros de saúde são tão mainstream).
Metade do país andou (e ainda anda) em alerta por causa do mau tempo e porque metade tudo a água levou... mas a Madeira ainda não afundou.

 

A malta continua a inundar o facebook com gatos, comida e coisas assim e eu vou dedicar-me à pesca... 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:09

Habemus Papam Franciscum

por Pantapuff, em 14.03.13

Agora mais a sério:

Foi a 13 de Março deste ano (ontem xD) que o mundo assistiu à eleição de mais um Papa, ou seja, mais um marco na história.
Uma vez mais, católicos, ateus e o resto do mundo pararam e comentaram durante horas a fio o assunto em todo o lado e mais algum. Confesso que não sei como é que o senhor é ou deixa de ser, se é fofinho ou um sacana do pior (também tenho mais que fazer né?) e resta esperar para ver o que se vai passar daqui em diante.
Uma pergunta gira que ouvi várias vezes nos últimos tempos foi: "mas porque é que eles só escolhem velhos?"
A resposta é: porque os novos ficam lá mais tempo e estes morrem mais depressa (tadaaaaa. E agora vão chover calhaus na minha direcção).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:42

... mas um colega só se lembra da Pepa...

Bom, mesmo estando em aula consegui ver o novo Papa a dizer o seu primeiro olá em directo no pc do colega do lado. 
Antes que perguntem: sim estávamos numa aula e sim o prof sabia e sim comentámos o assunto durante as apresentações que estavam a decorrer e não, não fomos expulsos da aula e sim estávamos a prestar atenção ao que estava a ser dito (em aula, não no pc). 
Este é também aquele momento em que vocês pensam "ok... estavam na net, a ver a apresentação do novo Papa, a falar do assunto e a... tirar fotografias?" Ora meninos, tinha de registar o momento para depois meter no instagram que enviou para o twitter que está sincronizado com o facebook. Posso justificar tudo com o facto de estar numa aula sobre redes sociais? Não, ok então pronto resmunguem lá.

O Papa Xico como foi carinhosamente apedidado por alguns já tem a sua marca no mundo, agora resta é saber o que vai sair dali. Entretanto o Vaticano já actualizou a sua homepage.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:25

Andamos à imenso tempo a ouvir falar dos feriados que vão ser retirados. Após consultar a Igreja decidiram-se em tirar dois feriados religiosos e dois civis. Isto leva-me a uma pergunta muito simples: porquê?

Para começar acho que a Igreja não tem absolutamente nada a opinar no que o Estado faz ou deixa de fazer e em segundo lugar, caso não me esteja a falhar a memória Portugal é um país laico. Isto, para pessoas muito burras lentinhas, significa que o nosso país não tem religião alguma.

Isto tudo leva-me a uma ideia: e que tal retirar TODOS os feriados religiosos? Eu já acho que os feriados são demasiados, mas não sou da opinião que se deve retirar os marcos históricos do país. Ainda se Jesus tivesse nascido na nossa Belém...

No entanto ao retirar todos os feriados religiosos estaríamos a impedir que cada um pudesse prestar culto por isso o que se podia fazer era dar um número de dias por ano a cada funcionário para poderem celebrar, por exemplo, o natal. Assim cada um celebrava aquilo em que acreditava, reduzia-se o número idiota de feriados inúteis e pessoas de outras religiões poderiam também celebrar as suas datas importantes.

 

P.S.: já sei que vou ouvir coisinhas más... 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:30



Alexandra Rolo | Pantapuff

Capturar.PNG


Nascida em 1989, em Lisboa e com uma infância marcada por demasiados filmes de ficção científica é formada em História Moderna e Contemporânea (ISCTE-IUL), História Religiosa (FLUL) e Gestão Cultural (ISCTE-IUL). Conhecida online enquanto Pantapuff, é blogger desde 2005 e tem colaborado em diversos projectos online, normalmente ligados às áreas da literatura (fantástica e FC) e da internet. Hoje faz do online a sua vida, trabalhando como gestora de redes sociais. Youtuber, bookworm, cosplayer, nerd, Potterhead e Whovian assumida é normalmente vista de phones, telemóvel, iPad e Kindle. O seu maior medo é ficar sem bateria ou perder o acesso à internet.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.