Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Another author who hates me...

por Pantapuff, em 01.05.12

HEY! This blog went global! And yeah I’m gonna write this post in English, you’ll know why in a couple of seconds.Yeah apparently the author of a small bad porn short story didn’t like that my review of the book on goodreads was nothing more than a link for a post about it on this blog. Then the author was kind of upset (I think) that the entire post was in Spanish! Can you imagine that? Now I write in Spanish and had no idea. She even wrote a post on her blog.Oh well… so this is a small review of the book:His gift is about a sub with a relationship with a Dom and her fantasy was to have two Doms, so her Dom/boyfriend gave her has a gift another Dom just for the day.I’ve read short stories with 300 words that had more story than this few pages. Why I read this? It was for free on amazon kindle store, I needed something small to read because I had just finished a huge book and wasn’t ready to start another, so why not read read free porn? Good thing about this few pages is that I hadn’t to pay for them and I found an author that I’m not going to read.Ok you know when you write something and then you look at it and think “damn this is awfull” the difference is that she actually “published” it on amazon kindle store. Just because everyone is giving her good “reviews” (actually lot’s of stars on goodreads) it means the story is good.

 

(post originalmente publicado no blog Livros por Todo Lado)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:33

Quem escreve tem de ler. Acho que isto é uma coisa que toda a gente sabe. 

Não existe melhor forma de aprender do que a desmembrar histórias e ver onde os outros erram para tentar não ter os mesmos problemas. Outra coisa boa que vem com a leitura é que podemos ver o que já foi feito e assim podemos tentar não fazer igual.

Problema...alguns tendem a ver um livro como "fonte de inspiração". A não ser que o livro seja uma enciclopédia, um livro de história, uma Bíblia, ... por favor NÃO O USEM pois pode acontecer que acabem por escrever a mesma história mudando apenas o local, nome das personagens e título e acreditem que não querem que isso aconteça.

Por isso por favor... não usem uma saga como inspiração, podem (leia-se "vão") ter azar e depois as pessoas notam e a coisa não corre bem.

 

Boa escrita para todos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:21

Balanço 2011 um ano de posts

por Pantapuff, em 29.12.11

E mais um ano que está a acabar, passou depressa. 

Antes de começar a passar em revista os melhores momentos do ano apresento-vos a mini me, ou seja, a Pantapuff. Finalmente fiz uma boneca para dar a cara naqueles momentos mais awkward. Outras vão aparecer durante o ano que vem e para quê? Ora... apetece-me.

Comecei o ano logo a falar mal de escritores sendo o alvo João Piedade, de seguida veio o nascimento da pobre Lyonce Viktória, um conto para o pessoal da Fendamel e problemas religiosos.

Em fevereiro os fritanços pioraram, eu armei-me em Nossa Senhora e falei de putas. Em Março continuei a falar mal de autores, andei em excursão e voltei a falar mal de autores (ok ok era a mesma autora mas não interessa). Pregou-se a peta do costume e até se falou de role play nos dias de hoje, voltei a falar mal de um livro (e agora vejo que falei imenso desta pessoa) e armei-me em comentadora do mundo vip e falou-se do casório real.

João Paulo II tornou-se santo, admiti que sou uma preguiçosa de primeira, comprei um portátil novo, a minha mochila faleceu, o Angélico também morreu e o nick Pantapuff celebrou o sexto ano de vida com um blog.

A Google lançou a sua rede social Google + porque aquilo que nos faltava era mesmo mais uma coisa destas, a EuEdito lançou uma pequena revista em Julho e nunca mais se viu outro número, saiu nos cinemas o último filme da saga Harry Potter e a Nanozine andava a recolher mais fãs por esse universo fora.

Este ano consegui finalmente convencer os meus pais a mandar a PT à fava e as festas do povo regressaram a Campo Maior. Mostrei ao mundo o que é ser saloio e criei uma nova religião durante o curso de Verão, os smurfs da minha infância chegaram ao cinema e comecei a sentir-me velha. O mundo chorou a morte de Steve Jobs, decidi abraçar o século XXI e poupar uns trocos comprando um kindle e foi a melhor coisinha que comprei, abri o meu coração (ou não) e falei de amor e fui ai lançamento de mais um romance de José Rodrigues dos Santos. Comecei a preparar-me para o NaNoWrimo (cuidado são muitos posts aqui), a coisa descambou para o sexo e depois fui ao fórum fantástico, o meu smartphone morreu e veio outro e tivémos mais vampiros brilhantes no cinema.

Num belo dia decidi gozar com a Ana Malhoa porque ela não é mais que os outros, desarrumei a Católica, pela primeira vez embirrei com um blog, mas veio uma série verdadeiramente brutal para me distrair (American Horror Story) que acabou por trazer ao mundo a minha filha

Tomei a decisão de fazer férias por um par de semanas e o pessoal do sapo pôs o estaminé em destaque. Soube que tivémos uma 3ª Guerra Mundial e pouco depois fui visitar a loja da Pipoca Mais Doce. O mês de Dezembro é já sinónimo de Jesus suicídas e voltei a gozar com um escritor.

 

Porra que escrevi imenso este ano. A nível de visitas começámos com o costume, uma média de 500/600 por mês mas alguma coisa se passou porque em Agosto passámos as 900 e nunca mais descemos das 1000. Já este mês passámos as 2500 e continua a contar por isso tenho de perguntar: o que raio andam vocês a fumar!?

 

Aproveito para dizer que também já fiz o balanço das leituras deste ano e podem ver aqui.

 

Agora resoluções para 2012... vamos lá ver... Em primeiro lugar está acabar a tese de mestrado e arranjar uma bolsa para doutoramento caso contrário a coisa vai ser complicada de se fazer. Escrever muito e quem sabe um milagre acontecer e uma editora se sinta interessada.

A nível de desporto vou começar, finalmente, a fazer caminhadas. É verdade, vou levantar-me da cadeira, largar o trabalho por uma ou duas horas por dia e ir andar. Estou, obviamente, a excluir fins-de-semana porque esses é raro passar em casa. Mas mesmo assim vão ser caminhadas 5 dias por semana, nem que seja depois de jantar, mas eu vou.

 

Bom... já só me resta desejar-vos um feliz 2012 e que continuem a ler os devaneios que por aqui vou escrever.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:44

Ser escritor

por Pantapuff, em 14.10.11

Como a maioria sabe eu adoro escrever e tenho por aí umas coisas públicas enquanto outras estão em papel e outras na gaveta.

Sigo atentamente alguns blogs que opinam sobre livros e outros de jovens "escritores", sendo que muitos desses os tenho no facebook, pelo menos até me bloquearem (mas isso são problemas do ofício).

Adoro ver os títulos maravilhosos com que surgem estas obras de auto publicação e adoro ainda mais quando pedem opiniões literárias a "escritores" que mal sabem construir uma página de texto sem recorrer a constantes repetições ou que têm uma pontuação deficiente.

É sempre uma forma de começar o dia a rir a ver estas pessoas que trabalham em empresas "escritora" quando são tão conhecidas quanto a minha pessoa (ou seja, ninguém sabe quem são).

Ser escritor não é ter um livro numa POD (e aplico este conceito a todas as "editoras" que cobram para publicar) e muito menos ter um blog, ser escritor é muito mais que isso. Para começar é necessário saber escrever e muitos destes "jovens talentos" bem que precisavam de umas aulinhas de português básico ou ler algumas obras clássicas da nossa literatura.

Para se ser escritor é preciso muito mais do que escrever no facebook que temos dois ou três livros e uns contos em magazines de publicação gratuíta. Ser escritor não é ir à televisão dizer que escrevemos a história da nossa vida ou da nossa avózinha que vivia na santa terrinha.

Ser escritor não é ter um blog sobre a nossa vida onde cada palavra é um assassínio à língua portuguesa.

O que é ser escritor? Não sei bem pois não sou uma, mas não são estas coisas que vejo por aí com livros impressos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:33

Jovens escritores

por Pantapuff, em 08.02.11

O que podem ter em comum os nomes Alexandra Rolo, Ana Filipa Ferreira, Leonor Ferrão, Fábio Ventura, entre outros...?

À primeira vista todos se inserem no mundo literário português, uns mais conhecidos, outros menos, e todos utilizadores da rede social facebook. Mas isto é muito geral, dezenas de pessoas podem ser inseridas nestes campos. O que torna estes nomes especiais é o facto de pertencerem a um pequeno grupo criado por Eddie Silva no facebook, Gente que matava os vizinhos nos The Sims. Seja pelo simples prazer de ver pessoas a morrer à fome, afogadas ou queimadas, ou seja com o simples objectivo de ter um cemitério das traseiras da casa, estes jovens psicopatas ainda dizem estas coisas publicamente.

Eu cá penso que temos todos graves problemas a nível de sanidade mental, mas somos todos bons alunos que prometemos que nos vamos portar melhor no próximo semestre... e além disso, d'antes a moda era os escritores suicidarem-se, nós somos o futuro, matamos bonecos virtuais e poupamos vidas humanas...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:04



Alexandra Rolo | Pantapuff

Capturar.PNG


Nascida em 1989, em Lisboa e com uma infância marcada por demasiados filmes de ficção científica é formada em História Moderna e Contemporânea (ISCTE-IUL), História Religiosa (FLUL) e Gestão Cultural (ISCTE-IUL). Conhecida online enquanto Pantapuff, é blogger desde 2005 e tem colaborado em diversos projectos online, normalmente ligados às áreas da literatura (fantástica e FC) e da internet. Hoje faz do online a sua vida, trabalhando como gestora de redes sociais. Youtuber, bookworm, cosplayer, nerd, Potterhead e Whovian assumida é normalmente vista de phones, telemóvel, iPad e Kindle. O seu maior medo é ficar sem bateria ou perder o acesso à internet.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.