Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Era uma vez o Gustavo e o Olavo.

Estes meninos tinham uma coisa em comum: o mesmo cérebro, o mesmo registo de escrita, a mesma falta de originalidade... e o mesmo ip.

O ser vivo atrás do computador devia estar suuuuuuuuuuuuper aborrecido e encontrou o meu blog. Muito inteligente foi cuscar o meu perfil e viu as minhas coisitas a boiar na internet por isso mostrou que não me conhece pessoalmente. Menos inteligente foi vir para aqui mandar bitaites com uma extrema falta de educação insultando outras pessoas e acusando-me de plágio.

Quando respondi à letra ao ser vivo ele não gostou então veio um segundo comentador!
Ora meus caros, o sapinho grava o ip de quem comenta logo é fácil ver que é a mesma pessoa a mandar postas de pescada (como se não fosse óbvio pelo registo e timing).

Zangado com o facto de ter dito que nem sabia copiar um nome sem dar erros (o que é verdade - enganou-se a escrever Hideki) chamou-me gorda. Gorda eu!? Eu sou fofinha! Como os donuts! Ou como os pinguins do filme. Agora gorda é que não. Ok talvez tenha um par de kgs a mais mas não estou a rebolar ora essa... e não me chateio muito porque estou bem como estou e não me chateio com o espelho. Nós até somos bons amigos porque ele me deixa olhar para ele enquanto ponho a maquilhagem ou as lentes de contacto.

 

Caro Gustavo Olavo

Agradeço imenso os comentários, mas agora pode regressar à sua vida porque para mim é apenas mais um ip na lista de malta que vem para aqui atrofiar e tentar fazer com que os outros se sintam miseráveis... é uma perda de tempo devo avisar. Já se passaram uns anos e estou altamente vacinada contra seres vivos como você. Por outro lado ajudou-me a escrever um post altamente engraçado. Obrigada! :D

 

Beijinhos fofos como eu ;)

 

P.S.: Desculpas não se pedem. Evitam-se!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:30

Ó João! Sim tu que comentas...

por Pantapuff, em 14.02.14

Olá caro João,

Tive o prazer de ler o maravilhoso comentário que deixou no meu blog. Agradeço imenso a opinião que deixou a respeito da minha pessoa. Confesso que ao longo dos últimos anos já me chamaram muitas coisas mas «dondoca toda snob» ainda não fazia parte da lista. Desta forma gostaria de o premiar pela sua grande originalidade. Já que estou no meu espaço dou a mim mesma a liberdade de lhe agradecer imenso o facto de ser um leitor assíduo . Sim, porque é óbvio que acompanha tudo o que faço online

Não faço a mais pálida ideia de quem seja pois infelizmente não deixou nenhum link ou endereço de e-mail, sendo esta a única forma que tenho de lhe responder (já que lê cuidadosamente o blog). Se me segue nas redes sociais pode sempre fazer unfollow, se fez algum like clique no botão outra vez que deixa de "gostar" se lê o blog apague-o dos feeds. 
Parece-me que, infelizmente (para si), eu não vou deixar de fazer o que gosto e este espaço está aqui para ficar por uns bons anos se tudo correr bem.

Como diz a minha mãezinha "não gosta, não come, põe à borda do prato".

 

P.S.: moço educado hein?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:17

Canal Pimba 24 horas por dia

por Pantapuff, em 12.06.13
A RTP já tem as tardes do fim-de-semana repleto de pimbalhada, a tvi a mesma coisa... como a moda pega por todos os lados a sic não quis perder a corrida e lá aderiu ao mesmo esquema.
Resultado: ménage à trois de música portuguesa sendo que a maioria não vale ponta de corno. Ou seja, quem gosta de coisas decentes perde os filmes e séries da tarde, quem vê estas coisas não sabe que lado escolher. Se eu já pouca tv vejo agora então esqueçam. Por vezes ainda ficava a ver um filme e nos intervalos punha-me a ler agora nem isso porque é Anas Malhoas, filhas e pais e coisas atrozes deste género que os meus ouvidos dispensam alegremente preferindo ouvir o coro desafinado da Igreja a submeter-se a tais poluições sonoras.
Pensava eu que os canais generalistas deviam oferecer variedade mas afinal é pior que as promoções nos hipermercados. Se o Lidl vende arroz a 20 cêntimos o resto vai tentar fazer igual, a televisão vai dar ao mesmo e só faz com que muitos procurem outros meios de ter uns momentos de lazer e foi por isso que o meu deus inventou a internet e os computadores.
Proponho assim que se crie um canal pimba que passe barulho (sim que chamar música a isto é insultar quem de facto faz música) 24 horas por dia e assim ficávamos todos felizes. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:30

Estudei num colégio católico? Uh?

por Pantapuff, em 06.04.13

Acabei de descobrir pelo senhor Julio Tertúlio (quem quer que seja este ser vivo) que estudei num colégio católico.
Acho que a seguir vão me dizer que vou ser promovida a santa, vou ter o meu altar e quiçá uma igreja em meu nome.

 Ó sô Julio, dedique-se à pesca...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:55

Brainless movies

por Pantapuff, em 25.05.12

Gosto de zombies e de vez em quando lá ando à procura de filmes que ainda não tenha visto. Estes foram os mais recentes: Abraham Lincoln vs. Zombies, Dance of the Dead e Virus Undead.

 

Vi o trailler deste filme e pensei "ooo sounds cool", vi o filme e foi um bocejo gigante. Quer dizer temos um presidente kick ass, gajas giras, um romance e zombies, mas é uma grande seca que de terror tem muito pouco.

Os amantes de algo com mais acção vão se sentir desiludidos, até porque aqui os zombies só dão pelas pessoas quando estas fazem barulho ou lhes batem, o que torna possível andar no meio deles (onde está a piada disso?).

 

Trailler, imdb

 

 

Virus Undead tem de ser um dos piores que já vi. Basicamente existe um vírus que faz com que os mortos regressem à vida e comecem a perseguir os vivos.

A coisa diferente aqui é mesmo o aspecto nojento que os zombies têm e o facto de haver um rapazito que talvez até consiga resolver a coisa... ou tentar pelo menos, enquanto os outros todos se passam completamente.

 

Trailler, imdb

 

 

 

É só rir. O Baile dos Mortos é um filme hilariante que se passa durante o prom de uma pequena cidade junto a uma fábrica que tem uns resíduos um bocado verdes...

Um coveiro que tem umas técnicas especiais para arranjar as campas, um prof prevenido e um monte de putos tótós que não tinham par para o baile são a salvação da raça humana? Pelo meio ainda temos cenas cómicas como um beijo apaixonado entre dois zombies, uma dança um pouco mórbida e vários momentos de luta de morrer a rir...

 

Trailler, imdb

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:20



Alexandra Rolo | Pantapuff

Capturar.PNG


Nascida em 1989, em Lisboa e com uma infância marcada por demasiados filmes de ficção científica é formada em História Moderna e Contemporânea (ISCTE-IUL), História Religiosa (FLUL) e Gestão Cultural (ISCTE-IUL). Conhecida online enquanto Pantapuff, é blogger desde 2005 e tem colaborado em diversos projectos online, normalmente ligados às áreas da literatura (fantástica e FC) e da internet. Hoje faz do online a sua vida, trabalhando como gestora de redes sociais. Youtuber, bookworm, cosplayer, nerd, Potterhead e Whovian assumida é normalmente vista de phones, telemóvel, iPad e Kindle. O seu maior medo é ficar sem bateria ou perder o acesso à internet.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.