Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Café café café caféeeeeeee

por Pantapuff, em 13.05.14

Estou velha para isto. Já lá vai o tempo em que conseguia estar acordada às 3 da manhã com a pica toda e acordar fresca como uma alface três ou quatro horas depois... Aprendi a dar valor à minha cama quando comecei a fazer a licenciatura e com o passar dos anos conheci o verdadeiro sentido da palavra saudade. Aquela linda palavra tão portuguesa que até custa a traduzir.

Isto de trabalhar muito e dormir pouco já não é para mim. Preciso das minhas horas de sono para conseguir funcionar sem ter uma cafeteira a verter café directamente para as minhas veias.
Hoje o dia vai ser passado assim... café café café e provavelmente doses industriais de café... só há um problema: não posso beber muito café. Isto vai ser um problema porque das duas uma: ou funciono ou funciono e dormir a sesta não é uma opção porque pura e simplesmente não vai dar para dormir... 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:33

Esticar as pernas

por Pantapuff, em 10.05.14

Hoje foi dia de esticar um bocadito as pernas e ir até à faculdade. Aproveitei que ia a Lisboa, para ir um pouquinho mais cedo e trabalhar um pouquinho na tese. Lá consegui rever uma parte da metodologia e actualizar esse bocado do texto. Ficou a faltar-lhe uma parte que vai ser a próxima. Deixei uma notinha no documento para não me esquecer. Devagar, devagarinho está a tomar forma e a ficar um bebé fofinho mas ainda falta um bom bocado até ficar terminada... vamos lá ver o que acontece nos próximos capítulos desta grande aventura.

Soube bem estar sentada numa esplanada e conversar um pouco com um bom amigo que infelizmente teve de se fazer à vida fora do nosso Portugal e que veio agora fazer uma visita.

Amanhã é dia de dormir de manhã e de desligar o despertador, mas hoje ainda há coisas a fazer antes de declarar "pausa" por isso... bom resto de sábado para todos =)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:54

To coffee!

por Pantapuff, em 10.05.14

Na terça-feira comecei a meter café bem forte no leite e hoje não foi excepção. No único dia em que não o fiz (ai a inocência) tive depois de beber um antes que caísse para o lado.

O cansaço começa a ser algum e assim todo juntinho a fazer efeito bola de neve é chatinho. O Sábado para muitos é dia de iniciar o modo vegetativo durante dois dias, de sair, de saltar ou apanhar sol tipo réptil no muro à beira da estrada. Por estes lados sábado é sinónimo de não ter interrupções para pôr tudo em dia antes da nova semana começar. De terminar tudo o que não consegui fazer nos outros cinco dias, escrever um bocado da dissertação e com sorte desligar tudo, e não deixar nada pendente, antes da meia-noite.

O domingo é o meu dia de dormir até tarde... ou seja, até às 10h ou 11h e assegurar os serviços mínimos. Passear, vegetar no sofá, sentir o sol directamente na pele e gravar qualquer coisa para o Youtube.

Acaba por ser um fim-de-semana ocupado mas não me queixo desde que me deixem dormir ao domingo de manhã :D

 

Agora a verdade é que se não fosse o café pobre de mim... que andaria a cair pelos cantos

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:51

STOP and breathe in... and out

por Pantapuff, em 02.04.14

No meio de tanta coisa é fácil uma pessoa sentir-se algo perdida e por vezes é bom parar. Não digo tirar um dia de folga ou fazer férias (se bem que férias era uma coisa gira assim num sítio quentinho e sem chuva... e com acesso à net), só parar. Tirar uns minutos, respirar e beber um café ou um chá.

Quando temos de nos dividir entre várias tarefas diárias, principalmente duas que não têm nada a ver uma com a outra, é bom deixar o cérebro mudar de temática (e de dicionário). Às vezes não dá para fazer isso, outras dá. Aí o dia corre melhor e acabo por ser mais produtiva...

No entanto a meio da semana (para a maioria das pessoas vamos a meio) a coisa já se complica e nem com cinquenta cházinhos lá vou. Esta manhã primeiro que saísse da cama... foi só mesmo o aproximar da hora de sair de casa, e a necessidade de rever se estava tudo em ordem, que me arrancou daquele pedaço de paraíso quentinho e fofo.

Tento disciplinar-me ao máximo para não me deitar muito depois da meia-noite. Sei que quanto mais tarde me deitar, mais tarde adormeço, logo durmo menos horas e no dia a seguir ninguém me atura ou então há um par de desgraçados que vê o meu mau humor a ser direccionado para as suas pessoas...

Resumindo: parar é bom, parar é saudável, mas a minha pausa acaba aqui que tenho mais que fazer :p

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:27

Can I have some more, please sir?

por Pantapuff, em 21.01.14

Antes do Natal o meu estômago decidiu dar o berro e acabei por ir à senhora doutora que me receitou uns comprimidos para tentar tratar do menino. Se a coisa não resultar terei de ir fazer aqueles exames giros que envolve ter tubos enfiados pela boca abaixo (oh joy). Para ajudar à festa mandou-me reduzir o café e fazer uma alimentação saudável (nada de fritos, guisados, comida picante,... algo que já faço normalmente). Agora o café é que, também já tinha reduzido para apenas dois ou três por dia e agora tento nem beber.

A parte chata de tudo é que o raio do café tem efeitos positivos na minha pessoa, nomeadamente conseguir funcionar um par extra de horas. Agora chega a hora de jantar e estou KO.

(In)felizmente não tenho máquina de café em casa e a preguiça de sair para ir beber café, principalmente com este frio, é grande. Acabo assim por beber pouco, mas compenso com horas de sono já que não tenho de perder horas da minha vida em transportes públicos todos os dias. Também tento beber mais chá durante a tarde mas fico tão quentinha que dá vontade de me ir enrolar numa mantinha e transferir o meu traseiro para o sofá.

Ainda assim noto imenso a falta do café e mesmo quando bebo um não faz grande efeito (os anos de abuso deram-me alguma resistência) e agora sinto-me quase uma rebelde se bebo o segundo xD

Custa um bocado ter de funcionar assim a seco, tenho-me vingado um nadinha nos chocolates mas até com eles tenho de ter cuidado se não kapooft outra vez e não me apetece nada ficar de cama.

 

E vocês? Que relação têm com o café?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:20



Alexandra Rolo | Pantapuff

Capturar.PNG


Nascida em 1989, em Lisboa e com uma infância marcada por demasiados filmes de ficção científica é formada em História Moderna e Contemporânea (ISCTE-IUL), História Religiosa (FLUL) e Gestão Cultural (ISCTE-IUL). Conhecida online enquanto Pantapuff, é blogger desde 2005 e tem colaborado em diversos projectos online, normalmente ligados às áreas da literatura (fantástica e FC) e da internet. Hoje faz do online a sua vida, trabalhando como gestora de redes sociais. Youtuber, bookworm, cosplayer, nerd, Potterhead e Whovian assumida é normalmente vista de phones, telemóvel, iPad e Kindle. O seu maior medo é ficar sem bateria ou perder o acesso à internet.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.