Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Finalmente consegui sentar-me e falar um pouco sobre um problema que já tem uns anitos... ansiedade, ataques de pânico e um esgotamento nervoso.

0-BASE-captions.png

Quando andava na faculdade fui mesmo obrigada a fazer medicação e a ser vigiada caso contrário a médica iria tomar medidas mais drásticas. Foi um ano difícil e ainda hoje sinto os efeitos no meu corpo. O meu estômago ficou permanentemente afectado pelo acumular de stress dessa altura e só piorou porque continuei a negligenciar alguns sinais...

Ainda tenho momentos em que tenho ataques de pânico, me sinto fisicamente doente ou esgotada e acabo na cama um ou dois dias antes de me forçar a sair dali porque a vida tem de continuar.

Ainda tenho momentos em que tenho de recorrer a medicação (não viciante) para voltar a um estado normal que não envolva gritar com todos os que me rodeiam e mandá-los à merda por cada estupidez que sai das suas bocas. 

Evitar isso? Ser a pessoa mais zen. Quem me conhece sabe que sou divertida, adoro rir. Rir foi uma das terapias que tive e a que mais me ajudou, mas nem sempre chega. Por vezes tudo é simplesmente too much para se aguentar.

Hoje sinto-me um pouco mais à vontade para falar deste assunto mas a início não. Ninguém soube, não queria mostrar que era fraca. Apenas as pessoas mais chegadas sabiam a razão pela qual eu era um zombie a boiar pela vida...

 

Não há programas suficientes na televisão que expliquem isto às pessoas. Quem sofre de ansiedade não consegue evitar ter um ataque de pânico. O sistema simplesmente já não aguenta mais e esta é a sua forma de gritar CHEGA!

 

Não sou uma especialista. Esta é apenas a minha experiência e vale o que vale...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:06




Alexandra Rolo | Pantapuff

Untitled-3.png


Nascida em 1989, em Lisboa e com uma infância marcada por demasiados filmes de ficção científica é formada em História Moderna e Contemporânea (ISCTE-IUL), História Religiosa (FLUL) e Gestão Cultural (ISCTE-IUL). Conhecida online enquanto Pantapuff, é blogger desde 2005 e tem colaborado em diversos projectos online, normalmente ligados às áreas da literatura (fantástica e FC) e da internet. Hoje faz do online a sua vida, trabalhando como gestora de redes sociais. Youtuber, bookworm, cosplayer, nerd, Potterhead e Whovian assumida é normalmente vista de phones, telemóvel, iPad e Kindle. O seu maior medo é ficar sem bateria ou perder o acesso à internet.



Links

Outras Folhas


Alexandra's bookshelf: read

Edge of SweetnessLynda's LaceA Change of SeasonsA wet & wild nightReligions of the WorldLégendes : Créatures fantastiques

More of Alexandra's books »
Book recommendations, book reviews, quotes, book clubs, book trivia, book lists

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.