Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Fases na vida

por Pantapuff, em 20.10.10

Tudo na vida tem fases, umas boas outras más e cada um de nós sabe quando está a entrar numa nova fase da sua vida. Isto é, sabe se tiver os olhos abertos, porque se não, nem que se abra a cabeça algumas pessoas reparam.

E há sempre algo que marca essas passagens.

Eu cá gosto de começar muitas vezes, mudar de ares, conhecer pessoas novas etc., já tinha falado disso anteriormente.

Eu agora entrei numa nova fase e decidi marcar isso com uma coisa que não fazia há muitos anos... matar o meu cabelo. Quem me conhece sabe que sempre usei o cabelo comprido, mas ontem em vez de cortar as pontas cortei meio metro (no joke), vamos lá ver se agora dá menos trabalho (algo que duvido seriamente).

Mas voltando ao assunto, o importante é aprender com as experiências. Algumas pessoas preferem esquecer ou simplesmente nunca falar disso. Eu sou apologista de que tudo serve para aprender alguma coisa. Mais que não seja, aprendemos o que não devemos fazer. É importante errar, se nunca cairmos não nos vamos saber levantar.

Viver sem riscos não tem piada. Não digo para andarmos aí a experimentar drogas ou saltar de varandas do 3º andar para piscinas como é moda agora, mas ver, sentir, tentar. Sobretudo tentar para não ficar eternamente na dúvida do "e se..."

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:16




Alexandra Rolo | Pantapuff

Capturar.PNG


Nascida em 1989, em Lisboa e com uma infância marcada por demasiados filmes de ficção científica é formada em História Moderna e Contemporânea (ISCTE-IUL), História Religiosa (FLUL) e Gestão Cultural (ISCTE-IUL). Conhecida online enquanto Pantapuff, é blogger desde 2005 e tem colaborado em diversos projectos online, normalmente ligados às áreas da literatura (fantástica e FC) e da internet. Hoje faz do online a sua vida, trabalhando como gestora de redes sociais. Youtuber, bookworm, cosplayer, nerd, Potterhead e Whovian assumida é normalmente vista de phones, telemóvel, iPad e Kindle. O seu maior medo é ficar sem bateria ou perder o acesso à internet.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.